Thesis on defense of the honor in crimes of passion − from ascension to decadence / Tese da legÃtima defesa da honra nos crimes passionais − da ascensÃo ao declÃnio

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2003

RESUMO

Trata a presente dissertaÃÃo do surgimento, ascensÃo e desprestÃgio da tese da legÃtima defesa da honra nos denominados crimes passionais, sob uma anÃlise paralela do desenvolvimento da sociedade brasileira. Serà abordado, nesse contexto, o conceito de legÃtima defesa em face do conceito de honra, visando a demonstrar a sua impossibilidade de justificar, ante a tÃcnica jurÃdica, o crime passional, sem descurar dos aspectos econÃmicos e sÃcio-culturais. Para tanto, a tese da legÃtima defesa da honra serà submetida a uma anÃlise jurÃdica, englobando os seus requisitos como elementos constitutivos da finalidade do instituto da legÃtima defesa, o conceito do bem âhonraâ, confrontando-os sob o prisma do princÃpio da proporcionalidade e da anÃlise do direito comparado. No decorrer da dissertaÃÃo, serà demonstrado como o desenvolvimento experimentado pela sociedade brasileira permitiu que a mulher ocupasse espaÃos, de forma crescente, em todas as esferas do poder, possibilitando-lhe combater a violÃncia contra ela praticada e as escusas insustentÃveis para esta violÃncia, dentre as quais a tese da legitima defesa da honra como excludente de ilicitude penal. O terceiro capÃtulo procura demonstrar que a consagrada tese da violenta emoÃÃo à a que melhor se explica à defesa do crime passional, uma vez que a tese da legÃtima defesa da honra nÃo à aceitÃvel juridicamente, conforme os ensinamentos da doutrina e da jurisprudÃncia. Em razÃo da necessidade de fundamentar este entendimento, estudaremos a tese da violenta emoÃÃo analisando-a em face do iter criminis e da idiossincrasia motivadora do crime passional, evidenciando a falta de base tÃcnica e cientÃfica da tese da legÃtima defesa da honra. Com base nesses fundamentos, busca-se externar a sustentabilidade da tese da violenta emoÃÃo por injusta provocaÃÃo da vÃtima, quando restar configurado que os parÃmetros definidores da violenta emoÃÃo se fazem presentes

ASSUNTO(S)

direito penal legÃtima defesa crime passional direito

Documentos Relacionados

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo