Tempo, trabalho e fotografia : a produção de práticas reflexivas nos jogos de verdade do trabalho em saúde

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT - Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia

DATA DE PUBLICAÇÃO

2012

RESUMO

This study is inserted in the public health policy landscape and was based on the follow-up of basic attention workers located in a Basic Ambulatory in the city of Porto Alegre, state of Rio Grande do Sul, Brazil. By problematizing the public health policy, formalized by the Unified Health System (SUS ¿ Sistema Único de Saúde), as a biopolitics that regulates and controls the population¿s life, the understanding of the workers and the researcher as subjects produced by the power relations and possibilities of this field was possible, which reinforces a biomedical, ambulatory and hygienist model, different from the health model recommended by the SUS. This study¿s objective was to highlight the subject¿s production starting from the promotion of reflexive practices about the ways of working and about themselves, stressing visibilities and utterabilities. The theoretical discussion is based on the notions of subject, ethics, practices and biopolitics from Michel Foucault¿s work and the methodology is based on the intervention research and the photographic intervention. It is also highlighted that this study problematizes the research as an ethical exercise and the researcher¿s constitution as contemporaneous. The images¿ production was an intervention in the line of sight and ways of watching, calling for an exercise of reflection on time support and also of thinking the work from an implication¿s point of view using photography production about work. These productions showed an emphasis on precarious work environment, the equipments, prescriptions and the individualist logic of the relations, reinforced by complaints and constant protests about working conditions, in a context of reform, strikes and institutional changes. Additionally, an analyzer that related itself theoretically, methodologically, and analytically during the research course was the ¿time¿ and its deployments, stressing its relations with space, work and research itself.

ASSUNTO(S)

fotografia work trabalho health saúde reflexive practice pessoal de saúde photographic intervention intervention research

Documentos Relacionados

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo