Rótulos de barras alimentícias: comportamento do consumidor e veracidade de informações disponíveis

AUTOR(ES)
FONTE

Braz. J. Food Technol.

DATA DE PUBLICAÇÃO

27/11/2017

RESUMO

Resumo A busca por alimentos de alto valor nutritivo, convenientes, de baixo valor calórico e que possuam características sensoriais agradáveis e com benefícios à saúde faz da barra alimentícia um produto promissor no setor de alimentos, já sendo considerada pelo senso comum como alternativa saudável. Assim, este trabalho teve como objetivos: (i) avaliar o interesse e a forma de entendimento dos consumidores em relação às informações veiculadas nos rótulos de alimentos; (ii) determinar os hábitos de consumo, e (iii) determinar a quantidade de açúcares totais em barras alimentícias comerciais dos tipos comuns, diet e light, de forma a confirmar a veracidade das informações disponíveis nos rótulos destes produtos e correlacioná-las com as percepções dos consumidores sobre este produto. Quanto ao consumo de barras alimentícias, pode-se perceber que grande parte da amostra em estudo consome este produto e, apesar de a maioria considerar este um produto saudável pela alegação de ser rico em fibras e cereais, mesmo com o conhecimento da presença de açúcar, a conveniência e a praticidade são os principais motivos que são levados em consideração no momento da compra. Pode-se concluir ainda que variáveis sócio demográficas, como sexo, idade, renda e escolaridade, influenciaram em padrões e comportamentos de consumo relacionados ao tema avaliado. Já a quantificação de açúcar nas barras alimentícias comerciais dos tipos comuns, diet e light indicou que os produtos avaliados podem se enquadrar na categoria de alimentos com quantidade intermediária a alta de açúcar. Os resultados encontrados para as barras diet são ainda mais preocupantes, pois, para todas as marcas avaliadas, as concentrações de açúcar obtidas confirmam o não atendimento às legislações em vigor.

ASSUNTO(S)

conhecimento do consumidor informação nutricional teor de açúcar

Documentos Relacionados

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo