Performance-based instrument to assess functional capacity in community-dwelling older adults

AUTOR(ES)
FONTE

Dement. neuropsychol.

DATA DE PUBLICAÇÃO

09/12/2019

RESUMO

RESUMO Capacidade Funcional (CF) é um mediador entre as funções neuropsicológica e a funcionalidade no mundo real, mas existe uma falta de evidências da sua correlação em idosos vivendo em comunidade. Objetivo: O objetivo foi determinar a CF de idosos da comunidade utilizando o UCSD Performance-based Skills Assessment (UPSA) e avaliar sua correlação com testes de rastreio cognitivo. Métodos: Participantes de casas de convivência foram selecionados conforme critérios de inclusão: fluência no Português; 60 ou mais anos; auto relato de independência. Critérios de exclusão foram: demência ou outro diagnóstico do DSM-5; ideação suicida ou tentativa, não adesão a ao estudo; envolvimento em estudo farmacológicos ou intervenção psicoterápica. A CF foi determinado pelo UPSA, UPSA abreviado (UPSA-B) e escala Instrumental de Atividade de Vida Diária (AIVD). O Mini-Exame do Estado Mental (MEEM), Teste de Memória de Figuras (TMF), Teste de Fluência Verbal (TFV) e Teste do Desenho do Relógio (TDR) foram utilizados no rastreio cognitivo. Um total de 35 sujeitos com idade média de 72 anos, predominantemente do sexo feminino (88,6%) e escolaridade média de 11,25 anos foram avaliados. Resultados: A pontuação média do UPSA e UPSA-B foram 78,5 e 70, respectivamente. Uma correlação foi observada entre o UPSA e AIVD, MEEM e TFV. Conclusão: O UPSA é um teste de rastreamento da CF de idosos da comunidade apresentando correlação positiva com testes de rastreio cognitivo.ABSTRACT Functional capacity (FC) is a mediator between neuropsychological functions and real-world functioning, but there is a lack of evidence of its correlation in community-dwelling older adults. Objective: The study aim was to determine the FC level of community-dwelling older adults using the UCSD Performance-based Skills Assessment (UPSA) and to evaluate correlation with cognitive screening tests. Methods: Senior center participants were selected according to inclusion criteria: Portuguese fluency, age ≥60 years and self-reported independent living. The subject exclusion criteria were: dementia or other DSM-5 diagnoses, suicidal ideation or intent, non-completion of assessment battery, enrollment in another psychosocial intervention or pharmacotherapy study. FC level was determined by the UPSA, brief UPSA (UPSA-B) and Instrumental Activities of Daily Living scale (IADL’s). The Mini-Mental State Examination (MMSE), Memory of Figure Test (MFT), Verbal Fluency Test (VFT) and Clock Drawing Test (CDT) were used for cognitive assessment. A total of 35 subjects that had a mean age of 72 years, were predominantly females(88.6%) and had mean education level of 11.25 years were evaluated. Results: Mean UPSA and UPSA-B scores were 78.5 and 70, respectively. A statistically significant correlation was observed between the UPSA and IADL, MMSE and VFT. Conclusion: The UPSA serves as a screening assessment of FC in community-dwelling older adults, showing a positive correlation with cognitive screening tests.

Documentos Relacionados

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Que tal aprender, de uma vez por todas, como fazer uma Justificativa de TCC, aplicando a poderosa técnica do Roteiro de Consequências? É impressionante! O quê? A técnica do Roteiro de Consequências? Sim. Ela também. E você vai conhecer essa técnica no vídeo deste artigo e vai ver Como Fazer a Justificativa do TCC com base em 2 exemplos simples e práticos. Para você, finalmente, deixar a sua Justificativa de TCC pronta! Mas, primeiro, eu preciso dizer: É impressionante! Como a Justificativa é um ponto Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo