Correção optica em escolares e condições de uso dos oculos - Campinas (SP)

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2001

RESUMO

Realizou-se estudo analítico transversal sobre erros re:&acionais, utilização da correção óptica e fatores que interferem na adesão ao uso de óculos, em crianças da primeira série do ensino fundamental de escolas públicas de Campinas (SP). A amostra foi composta por 225 crianças que receberam os óculos na Campanha Olho no Olho/2000. Para a coleta dos dados, realizou-se exame oftalmológico e aplicou-se questionário por entrevista ao responsável pela criança por ocasião do exame, realizado seis meses após a entrega dos óculos. Os escolares provinham de famílias de nível sócio econômico baixo. A média de idade foi de 7,9 anos. Os erros re&acionais mais freqüentes foram astigmatismos baixos (22,2%) e moderados (17,3%). A acuidade visual binocular com a primeira correção foi _0,7 em 83,4% dos casos e em 92,9% com a segunda correção. Usaram os óculos 98,2% dos escolares, dos quais 45,2% em período integral e 96,8%, na escola. Foram trocados e/ou suspensos 32,0% dos óculos prescritos e repostos 12,0% por perda ou quebra. Nos casos de astigmatismo baixo ocorreu mais desistência ou ausência de uso dos óculos. As principais barreiras para a não utilização dos óculos foram alterações no erro retracional e a não reposição dos danificados e/ou perdidos. A acuidade visual sem correção apresentou associação inversa ao uso dos óculos. Os óculos prescritos e doados na campanha de triagem visual foram usados efetivamente, embora com necessidade de alteração da correção óptica em alguns casos. A prescrição dos óculos deve seguir critérios baseados na acuidade visual sem correção, além dos erros re:&acionais, onde graus de astigmatismo <2,ODC não devem ser prescritos, a menos que haja indicação específica por ser acompanhado de sintomas e/ou estrabismo. O acompanhamento dos casos deve ser considerado como etapa importante das campanhas de triagem visual, sugerindo-se que a reavaliação desses escolares deva ser anual, ou no mínimo a cada 2 anos. Deve-se propiciar condições para a reposição de óculos a baixo custo pelas famílias

ASSUNTO(S)

olhos - erros refrativos saude publica acuidade visual

Documentos Relacionados

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo