Controle de larvas infectantes de nematóides gastrintestinais de novilhas por diferentes isolados dos fungos nematófagos

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. Bras. Parasitol. Vet.

DATA DE PUBLICAÇÃO

26/03/2013

RESUMO

No presente estudo, foi avaliado o efeito de diferentes fungos nematófagos [Duddingtonia flagrans (AC001 e CG722) eMonacrosporium thaumasium (NF34)] no controle de larvas infectantes (L3) de nematóides após o trânsito gastrointestinal em fêmeas bovinas (3/4 Holandês x Zebu). Um total de 24 fêmeas bovinas pubescentes foram utilizadas, pesando aproximadamente 320 kg cada. Foram utilizados três grupos de tratamento; cada um contendo seis animais que receberam por via oral de 150 g de péletes (0,2 g de micélio), em dose única, em uma matriz de alginato de sódio contendo massa micelial dos fungos D. flagrans (AC001 ou CG722), M. thaumasium (NF34), além de um grupo controle (sem fungo). Amostras de fezes foram colhidas dos animais em intervalos de 12, 15, 18, 21, 24, 48 e 72 horas. No final de 17 dias, as L3 não predadas foram recuperadas pelo método de Baermann. Os isolados de fungos testados foram capazes de destruir as L3 após trânsito gastrointestinal. Observou-se após 72 horas, os isolados AC001, CG722 e NF34 mostraram uma maior atividade predatória (81,2%, 97,3% e 98,3%, respectivamente). Estes resultados justificam a necessidade de estudos a campo e em intervalos mais longos, a fim de observar a eficácia dos fungos D. flagrans ou mesmoM. thaumasium no controle ambiental dos nematóides de bovinos naturalmente infectados.

ASSUNTO(S)

fungos nematófagos duddingtonia flagrans monacrosporium thaumasium nematóides bovinos

Documentos Relacionados

Se o seu (des)orientador pediu para você fazer os Resultados e Discussão no TCC, mas não te explicou o que é isso e nem mostrou Como Fazer, este artigo é para você! Você quer Aprender Definitivamente O Que São e Como Fazer os Resultados e Discussão no seu TCC, não quer? Então, você tem que dar uma olhada no VÍDEO deste artigo. Aprenda de maneira Rápida e Definitiva Como Fazer os Resultados e Discussão no TCC, com exemplos Simples e Objetivos para trabalhos com Pesquisa de Campo Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo