TI Verde: uma análise dos principais benefícios e práticas utilizadas pelas organizações

AUTOR(ES)
FONTE

REAd. Rev. eletrôn. adm. (Porto Alegre)

DATA DE PUBLICAÇÃO

31/03/2014

RESUMO

As questões envolvendo os problemas ambientais, o esgotamento de recursos naturais não renováveis e o crescimento econômico desvinculado do desenvolvimento sustentável tornaram-se uma grande preocupação mundial nos últimos anos, o que tem levado tanto governantes quanto as sociedades civis e as próprias organizações a proporem diferentes medidas para a preservação do planeta e, consequente, sobrevivência das gerações futuras. Embora a área de TI tenha contribuído bastante para a construção desse panorama, cada vez mais, diretores e gerentes de TI têm se mostrado preocupados com o impacto ambiental proporcionado pela TI. Essa situação tem feito com que diferentes práticas venham sendo adotadas pelas organizações de modo a reduzir o desperdício e aumentar a eficiência dos processos e fenômenos relacionados à operação dos computadores - sendo comumente referidas pelos praticantes da área como iniciativas de TI Verde. Assim, objetivou-se identificar e analisar os principais benefícios e práticas de TI Verde adotados pelas organizações. A pesquisa se trata de um estudo exploratório-descritivo, cujos dados foram obtidos e analisados a partir de 202 diferentes anúncios publicados sob a forma de artigos, cases, entrevistas, notícias e sites institucionais, no período de 2006 a 2011. A análise permitiu categorizar as principais práticas e seus respectivos benefícios. Identificou-se que os principais ganhos estão associados à redução de custos, à redução de insumos, ao menor consumo de energia, à melhoria da imagem institucional e à redução da emissão de gases. Dentre as práticas mais utilizadas, destacam-se a consolidação de servidores e desktops, o uso de equipamentos mais eficientes, a reciclagem de componentes e as campanhas de conscientização. Espera-se que os resultados dessa pesquisa possam estimular tanto acadêmicos, quanto praticantes, no estudo e na implementação de diferentes iniciativas de TI Verde que venham não somente tornar as organizações mais eficientes e eficazes, mas também mais comprometidas com a preservação do planeta.Issues regarding environmental problems, depletion of nonrenewable natural resources and economic growth disconnected to sustainable development have become a major global concern in recent years, leading governors, civil societies and organizations to propose different attitudes for preserving the planet and, consequently, the survival of future generations. Although IT has contributed a lot to build this scenario, more and more directors and managers have expressed concerns about the environmental impact provided by IT. This situation has driven organizations to adopt different practices to reduce waste and increase the efficiency of processes and phenomena related to computer operations - which have been commonly reported by practitioners as Green IT initiatives. We aim to identify and analyze the main Green IT benefits and practices adopted by organizations. The research is characterized as a descriptive-exploratory study; data were obtained and analyzed from 202 different electronic announcements published in articles, case studies, interviews, news and institutional sites from 2006-2011. The analysis allowed us to categorize the main practices and their benefits. We found that the major gains are associated with cost reduction, reduction of inputs, lower energy consumption, better corporate image and reduction of greenhouse gas. The main practices include server and desktop consolidation, more efficient equipment use, recycling of components and awareness campaigns. We hope the results of this research can stimulate both academics and practitioners in the study and implementation of different Green IT initiatives which will not only make organizations more efficient and effective but also more committed to preserving the planet.

ASSUNTO(S)

applied social sciences

Documentos Relacionados