Mulheres no Cárcere: Uma história de (Des)Proteção Social

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2006

RESUMO

O Sistema Penal Brasileiro se assemelha a um vulcão pronto para entrar em erupção, assim ocorre com presos e presas que só são lembrados quando ocorre alguma rebelião. Hoje temos muitos presos para poucas celas, ocorrendo à superlotação nos presídios e penitenciárias. Por este motivo, pessoas que venham a cometer delitos de pequena e média gravidade são colocados ao lado de criminosos com dezenas de passagens pela polícia ou ligados ao narcotráfico. A situação se torna tão caótica e fora de controle, que os presos se organizam em facções criminosas dentro dos presídios, para comandar o crime organizado fora da prisão. Nesse sentido a pesquisa em tela, intitulada "Mulheres no Cárcere: Uma história de (des) Proteção Social", propõe identificar a configuração do Sistema de Proteção Social na realidade prisional, levantando os carecimentos, negligencias. Nesse trabalho buscou-se saber: Quem são? De onde vieram? Como se envolveram com a criminalidade? Seus hábitos, profissões e condições de vida no cárcere? Quais seus desejos e necessidades para a melhoria na vida no cárcere?

ASSUNTO(S)

sistema penal prisioneiras -- estatuto legal, leis, etc -- brasil sistema prisional proteção social servico social prisoes -- brasil pena (direito) -- brasil




Comentários