Fatores de risco nas alianças em projetos de TI: estudo de casos no Banco Central do Brasil

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. Adm. (São Paulo)

DATA DE PUBLICAÇÃO

28/02/2014

RESUMO

Em resposta às crescentes mudanças e pressões da concorrência, número cada vez maior de empresas tem estabelecido alianças como forma de complementar seus recursos e assegurar suas vantagens competitivas. Embora essas alianças sejam uma boa opção estratégica para as empresas, existem evidências de grande taxa de fracasso. Muitos estudos têm analisado os fatores de sucesso das parcerias, mas poucos têm dado ênfase às dificuldades e à prevenção de riscos. O objetivo neste artigo consiste em apresentar os resultados de uma pesquisa em que se buscou identificar os fatores de risco que dificultam as alianças no caso de projetos de Tecnologia da Informação (TI). Trata-se de uma pesquisa exploratória, focada em cinco projetos estratégicos de TI do Banco Central do Brasil, desenvolvidos em parceria com outras instituições públicas e privadas, a maioria delas nacionais e uma estrangeira. Apesar de os projetos terem tido sucesso, foi possível identificar como principais fatores de risco: falta de planejamento da aliança, falta de negociação entre parceiros, falta de comprometimento dos parceiros e falta de apoio institucional. A pesquisa trouxe lições relevantes para o gerenciamento de projetos que podem beneficiar outras alianças em projetos de TI.In response to growing competitive pressures and changes, a growing number of companies have established alliances as a way to complement their resources and ensure their competitive advantages. Although these alliances are a good strategic option for companies, there is evidence of a high rate of failure. Many studies have examined partnerships' critical success factors, but few have investigated the difficulties and risk factors. The objective of this paper is to present the results of a research that aimed at identifying risk factors for alliances established in the scope of Information of Technology (IT) projects. The research was exploratory, and focused on five strategic IT projects of the Central Bank of Brazil, developed in partnership with other public and private, both national and foreign institutions. Although the projects have been successful, the following major risk factors were identified: lack of alliance planning, lack of partner negotiation, lack of partner commitment and lack of institutional support for the alliance. The research provided some significant lessons for managing project alliances that can benefit other IT projects.

ASSUNTO(S)

applied social sciences

Documentos Relacionados