Efeitos da técnica expansiva e incentivador respiratório na força da musculatura respiratória em idosos institucionalizados

AUTOR(ES)
FONTE

Fisioter. mov.

DATA DE PUBLICAÇÃO

28/02/2013

RESUMO

INTRODUÇÃO: O envelhecimento é um processo fisiológico que traz consigo várias alterações nos sistemas corporais, inclusive a diminuição de força da musculatura respiratória. OBJETIVO: Avaliar PImáx (pressão inspiratória máxima), PEmáx (pressão expiratória máxima) e pico de fluxo expiratório de idosos institucionalizados antes e após a aplicação de técnicas manuais expansivas e incentivador respiratório orientado a fluxo (Respiron®) e comparar os resultados obtidos. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo longitudinal, caso controle realizado em uma instituição da cidade de Curitiba (PR), com 16 indivíduos (70 a 80 anos) do sexo masculino. Os sujeitos foram selecionados e submetidos à avaliação da força da musculatura respiratória por meio do manovacuômetro da marca Indumed® e fluxo expiratório através do peak flow da marca Mini Wright®. Após a avaliação, a amostra foi dividida aleatoriamente em grupos: grupo 1 (G1, n = 7) - idosos submetidos ao uso incentivador inspiratório (Respiron®) e técnicas expansivas (exercícios diafragmáticos e compressão/descompressão); grupo 2 (G2, n = 7) - técnicas manuais expansivas; grupo 3 (G3, n = 7), incentivador inspiratório; grupo 4 (G4, n = 7) - grupo controle. RESULTADOS: Ocorreu melhora para todas as variáveis pré e pós-tratamento para os grupos experimentais, porém o destaque é dado para o grupo II. CONCLUSÃO: Este estudo apresentou resultados satisfatórios com a aplicação de técnicas de expansão pulmonar e Respiron® na força da musculatura respiratória e pico de fluxo expiratório de idosos institucionalizados.INTRODUCTION: Aging is a physiological process that brings with it several changes in the body system, including the decrease in respiratory muscle strength. OBJECTIVE: To evaluate MIP (maximal inspiration pressure), MEP (maximal expiratory pressure) and expiratory flow peak of institutionalized elderly before and after application of manual techniques and expansive flow-oriented incentive spirometry (Respiron®), and compare the results obtained. MATERIALS AND METHODS: A longitudinal study, case control study in an institution in Curitiba (PR), with 16 male individuals (70-80 years old). The subjects were selected and evaluated for their respiratory muscle strength through the manometer Indumed® and expiratory peak flow through the flow of Mini Wright® brand. The treatment program was conducted for 15 minutes, interspersed with one minute rest every four minutes of technique, three times a week for six consecutive weeks. After evaluation, the sample was randomly divided into groups: group 1 (G1, n = 7) - elderly submitted to the use the encouraged inspiratory (Respiron®) and to expansive techniques (diaphragmatic breathing exercises and compression/decompression); group 2 (G2, n = 7) - manual expansive techniques; group 3 (G3, n = 7) - inspiratory incentive; group 4 (G4, n = 7) - control group. RESULTS: There was an improvement for all variables before and after treatment for the experimental groups, but the emphasis is given to group II. CONCLUSION: This study showed satisfactory results with the application of techniques for lung expansion and Respiron® in respiratory muscle strength and expiratory flow peak of institutionalized elderly.

ASSUNTO(S)

health sciences

Documentos Relacionados