14/11/2006

Fertilidade e fecundidade em uma amostra de pacientes ambulatoriais com esquizofrenia

OBJETIVO: Determinar as taxas de reprodução de pacientes com esquizofrenia em uma clínica de atendimento ambulatorial da Universidade Federal de São Paulo. MÉTODO: Todos os pacientes com diagnóstico de esquizofrenia preencheram um questionário semi-padronizado. Dados do censo Brasileiro foram utilizados para comparação com taxas populacionais. RESULTADOS: 167 pacientes completaram o questionário, dos quais 33 (19,8%) foram alguma vez casados e 32 tiveram filhos. A taxa de fertilidade (indivíduos que tiveram ao menos um filho pelo total de indivíduos) foi de 19,4% (15,8% para homens...

Texto completo
  • Assuntos:

    • Esquizofrenia
    • Comportamento reprodutivo
    • Fertilidade
    • Identidade de gênero
    • Pacientes ambulatoriais