Valor prognÃstico da proteÃna C-reativa na angina instÃvel

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2004

RESUMO

Importantes avanÃos no entendimento da fisiopatologia da aterosclerose ressaltam a contribuiÃÃo dos mecanismos inflamatÃrios. A elevaÃÃo nas concentraÃÃes de proteÃna C-reativa (PCR), tem sido associada com alto risco de doenÃa cardiovascular. Neste estudo, avaliaram-se os nÃveis de proteÃna C-reativa de alta sensibilidade (PCR-as) durante o internamento hospitalar, como fator prognÃstico de eventos adversos combinados, definidos como morte, infarto agudo do miocÃrdio (IAM), angina refratÃria e necessidade de revascularizaÃÃo miocÃrdica de urgÃncia, em pacientes admitidos com angina instÃvel (AI), no Hospital UniversitÃrio Oswaldo Cruz (HUOC), de agosto a dezembro de 2003. DeterminaÃÃes plasmÃticas de PCR-as (mÃtodo nefelomÃtrico- Dade Behring Inc.) foram realizadas em 55 pacientes admitidos com dor torÃcica do tipo isquÃmica, em repouso. Foram excluÃdos do estudo os pacientes que apresentaram os seguintes critÃrios: nÃveis de PCR-as >10mg/L, IAM com supradesnivelamento do segmento ST, bloqueios avanÃados de conduÃÃo, elevaÃÃo da creatinofosfoquinase (CPK) e ou da fraÃÃo MB da creatinofosfoquinase (CK-MB), choque cardiogÃnico, doenÃas inflamatÃrias, cÃncer, miocardiopatias, valvulopatias e fraÃÃo de ejeÃÃo <40%. Os nÃveis de PCR-as acima de 3,0 mg/L foram considerados elevados e se estivessem abaixo ou igual a 3,0 mg/L aceitos como valores normais. Dos 55 pacientes admitidos com AI, 27 (49%) permaneceram no estudo. A idade variou de 43 a 81 anos, com mÃdia de 60,1 anos (desvio padrÃo = 9,5 anos). A distribuiÃÃo por sexo nÃo alcanÃou diferenÃa estatisticamente significante. Os nÃveis da PCR foram normais em 10 (37%) e elevados em 17 (62,9%) dos 27 pacientes incluÃdos no estudo. Onze pacientes (40,7%) foram acometidos por algum tipo de evento adverso. Ocorreram eventos adversos combinados em trÃs pacientes (30%) no grupo com PCR normal e em oito pacientes (47,1%) no grupo com PCR elevada. Os pacientes com angina instÃvel e valores de PCR-as elevados, na admissÃo hospitalar, apresentaram um nÃmero maior de eventos adversos combinados que os com PCR-as normal, embora esta diferenÃa nÃo tenha alcanÃado significÃncia estatÃstica (p = 0,448)

ASSUNTO(S)

medicina angina instÃvel - prognÃstico proteÃna c - valor prognÃstico

Documentos Relacionados

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo

Se o seu (des)orientador pediu para você fazer os Resultados e Discussão no TCC, mas não te explicou o que é isso e nem mostrou Como Fazer, este artigo é para você! Você quer Aprender Definitivamente O Que São e Como Fazer os Resultados e Discussão no seu TCC, não quer? Então, você tem que dar uma olhada no VÍDEO deste artigo. Aprenda de maneira Rápida e Definitiva Como Fazer os Resultados e Discussão no TCC, com exemplos Simples e Objetivos para trabalhos com Pesquisa de Campo Ler artigo

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo