Utilização de sensoriamento remoto para identificação de áreas em risco de degradação na região semiárida

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. Ciênc. Agron.

DATA DE PUBLICAÇÃO

2018-09

RESUMO

RESUMO Um dos procedimentos mais eficazes na avaliação de áreas degradadas tem sido o uso do sensoriamento remoto. Este trabalho objetivou avaliar a dinâmica temporal do NDVI e da precipitação pluviométrica na detecção de degradação dos recursos naturais em uma região semiárida do Brasil. A área estudada localiza-se a oeste do município de Tauá, estado do Ceará, com predomínio de floresta caatinga arbustiva. As informações de precipitação foram obtidas junto à FUNCEME. Foram adquiridas 10 imagens (estação seca) de uma série histórica de 27 anos (1985-2011) do sensor TM/LANDSAT5, posteriormente convertidas em reflectância de superfície por meio da extensão FLAASH/ENVI e obtidas os índices NDVI, segmentados em 6 classes conforme o uso e ocupação do solo. Os valores médios das classes de NDVI foram submetidos à análise estatística e confrontados pelo Teste T (p<0,05) e matriz de correlação de Pearson. Observou-se que nos anos com precipitação pluviométrica acima da média histórica (1985-1993 e 1996-2004) houve significativo acréscimo de áreas degradas representadas por baixo NDVI (entre 0 e 0,4), decorrentes do avanço de terras incorporadas à agricultura de subsistência. No entanto, em períodos de estiagem (1993-1996 e 2004-2011), constatou-se comportamento inverso, caracterizado pela regeneração natural do estrato arbustivo-arbóreo em decorrência do abandono das áreas agrícolas, comportamento evidenciado por incrementos de até 1.807% da classe de NDVI moderadamente alta (entre 0,6 e 0,8). Portanto, a dinâmica espaço-temporal do NDVI e da precipitação pluviométrica contribuíram para detecção de evidências do processo de degradação do bioma caatinga numa área no município de Tauá, estado do Ceará.

ASSUNTO(S)

ndvi caatinga landsat tm5 desertificação

Documentos Relacionados

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo

Que tal aprender, de uma vez por todas, como fazer uma Justificativa de TCC, aplicando a poderosa técnica do Roteiro de Consequências? É impressionante! O quê? A técnica do Roteiro de Consequências? Sim. Ela também. E você vai conhecer essa técnica no vídeo deste artigo e vai ver Como Fazer a Justificativa do TCC com base em 2 exemplos simples e práticos. Para você, finalmente, deixar a sua Justificativa de TCC pronta! Mas, primeiro, eu preciso dizer: É impressionante! Como a Justificativa é um ponto Ler artigo