Uso de retalhos musculares locais para cobertura de exposições ósseas na perna

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. Col. Bras. Cir.

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-12

RESUMO

Objetivo: avaliar o uso de retalhos de porção medial do músculo gastrocnêmio e/ou de músculo sóleo como tratamento cirúrgico de exposição óssea da perna.Métodos: foram analisados, retrospectivamente, os prontuários de pacientes submetidos à transposição dos músculos gastrocnêmio medial e/ou sóleo para tratar exposição óssea na perna, no período de janeiro de 1976 a julho de 2009. Foram avaliados, além dos dados epidemiológicos, a etiologia da lesão, o intervalo de tempo decorrido entre a lesão inicial e a transposição muscular, o músculo utilizado para cobrir a lesão, a evolução da cicatrização da cobertura cutânea e a função da unidade gastrocnêmio-sóleo.Resultados: foram operados 53 pacientes, variando a faixa etária entre 09 e 84 anos (média de idade de 41 anos), sendo 42 do sexo masculino e 11 do sexo feminino. A lesão inicial principal foi de origem traumática (84,8%), consistindo de fratura de tíbia e/ou fíbula. O músculo utilizado com maior frequência foi o sóleo em 40 casos (75,5%). Classificou-se 49 pacientes (92,5%) como resultado excelente ou bom, 03 (5,6%) como regular e 01 (1,9%) como insatisfatório. Conclusão: o tratamento da exposição óssea com retalhos musculares locais (gastrocnêmio e ou sóleo) possibilita a obtenção de resultados satisfatórios na cobertura das estruturas expostas, favorecendo a vascularização local e melhora da lesão inicial. Apresenta como vantagens a realização do tratamento em um só tempo cirúrgico, uma recuperação mais precoce e diminuição do tempo de internação.

ASSUNTO(S)

extremidade inferior músculo esquelético retalho miocutâneo pernas - cirurgia

Documentos Relacionados

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

TCC Pronto e Gratuito? Sério mesmo? Você acredita em almoço de graça? Comprar um TCC Pronto? Fazer o Próprio TCC? Você ainda tem dúvidas como essas? Você PRECISA ver este Artigo com Urgência! Neste artigo você encontrará: TCC Pronto e Gratuito Comprar TCC Pronto É só me corrigir se eu estiver errado, mas as pessoas Adoram Atalhos, certo? O problema é que, muitas vezes, ATALHOS São ARMADILHAS DISFARÇADAS. Então, se você quer Fugir das Armadilhas e quer saber a Verdade sobre TCC Pronto, TCC Pronto e Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo