Transtornos mentais e qualidade de vida em crianças e adolescentes com doença renal crônica e em seus cuidadores

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2009

RESUMO

Este trabalho avaliou a prevalência de transtornos mentais e a qualidade de vida de crianças e adolescentes com Doença Renal Crônica (DRC) e de seus cuidadores e relacionou estes eventos a características clínicas e sócio-econômicas da amostra, além do tipo de tratamento. Trata-se de um estudo transversal, cujos participantes foram pacientes pediátricos com DRC em diferentes modalidades terapêuticas- tratamento conservador, dialítico e transplante assistidos regularmente na Unidade de Nefrologia Pediátrica do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais. Para estimar a prevalência de transtornos mentais e a qualidade de vida dos pacientes, foram aplicados o Questionário de Habilidades e Dificuldades, Strenghts and Difficultties Questionnaire (SDQ) e o Questionário Pediátrico de Qualidade de Vida ( Peds QL), respectivamente. Para avaliar a saúde mental dos cuidadores, optou-se por aplicar a Escala de Depressão de Beck. Além disso, a qualidade de vida dos cuidadores foi mensurada pelo o instrumento da Organização Mundial de Saúde na sua versão abreviada- o WHOQOL-bref. Padronizou-se também um instrumento para caracterizar a amostra em suas características sócio-demográficas e econômicas. Mediante consulta em prontuário foram colhidos dados referentes ao controle clínico. Foi observada elevada prevalência de transtornos mentais e comprometimento da qualidade de vida dos pacientes. Os cuidadores exibiram elevados índices de sintomas depressivos e alterações de qualidade de vida nos domínios social e ambiental. Contudo, não foram percebidas diferenças estatisticamente significativas entre as modalidades terapêuticas. O presente estudo evidenciou as inúmeras conseqüências emocionais e sociais da DRC e de seu tratamento nos pacientes e em seus cuidadores. A compreensão das repercussões psicossociais e a tentativa de minimizá-las podem amenizar o impacto da doença renal no paciente e em sua família. Este cuidado mais adequado, completo e humanizado resulta na melhora da adesão e do controle clínico.

ASSUNTO(S)

qualidade de vida decs estudos transversais decs dissertações acadêmicas decs transtornos mentais decs cuidadores decs pediatria decs adolescente decs criança decs humanização da assistência decs falência renal crônica decs

Documentos Relacionados

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo

Se o seu (des)orientador pediu para você fazer os Resultados e Discussão no TCC, mas não te explicou o que é isso e nem mostrou Como Fazer, este artigo é para você! Você quer Aprender Definitivamente O Que São e Como Fazer os Resultados e Discussão no seu TCC, não quer? Então, você tem que dar uma olhada no VÍDEO deste artigo. Aprenda de maneira Rápida e Definitiva Como Fazer os Resultados e Discussão no TCC, com exemplos Simples e Objetivos para trabalhos com Pesquisa de Campo Ler artigo

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo