Transformações identitárias: um estudo sobre as experiências de professoras de inglês em um projeto de educação continuada

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT - Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia

DATA DE PUBLICAÇÃO

08/08/2011

RESUMO

Este trabalho apresenta um estudo sobre as experiências de oito professoras participantes do Projeto de Educação Continuada para Professores de Língua Inglesa (PECPLI), coordenado por professoras do Departamento de Letras da Universidade Federal de Viçosa, em Minas Gerais. O objetivo da pesquisa é documentar e descrever a natureza das experiências vivenciadas pelas participantes nesse projeto, investigando como essas experiências se relacionam com as anteriores de aprendizagem e de ensino de Inglês, para compreender como a participação acarreta transformações nas identidades e na vida das professoras. O estudo tem seu marco teórico no framework de experiências de estudantes (MICCOLI, 1997 e 2007a) e se apoia nas contribuições de diversos autores nas áreas de (a) formação reflexiva de professores (BARCELOS &COELHO, 2010; CELANI, 2001; DUTRA &OLIVEIRA, 2006; GIMENEZ, 2006; MATEUS, 2002); (b) aprendizagem transformadora (CRANTON, 1994; BELENKY &STANTON, 2000; DALOZ, 2000; TAYLOR, E. W., 2000; TAYLOR, K., 2000; COHEN &PIPER, 2000; MEZIROW, 2000); c) experiências de aprendizagem e ensino (MICCOLI, 2001a, 2001b, 2004, 2006, 2007b, 2007c, 2007d, 2007e e 2010) e d) identidade de professores e estudantes (HALL, 2003; MOITA LOPES, 2003a e 2003b; PIERCE, 1995; SILVA, 2000). Como metodologia de pesquisa, estudo de caso, foi adotada uma abordagem quantitativa e qualitativa para análise e apresentação dos resultados. Os dados foram coletados por meio de gravações em vídeo, entrevistas e anotações de campo, em contexto de observação participante. Os resultados evidenciam que experiências recorrentes de interação acolhedora, aprendizagem significativa, reflexão sobre a prática e disposição para mudanças levam às seguintes transformações: nas identidades de professoras mais seguras em sala de aula; nas concepções sobre o ensino e o papel do professor; nas práticas de ensino que se tornam mais direcionadas aos interesses dos estudantes e, por fim, na vida pessoal, com maior prazer no trabalho e consequente superação da depressão. Como contribuição para a área de Linguística Aplicada, este estudo traz implicações para a formação continuada de professores de línguas, destacando a importância desse espaço para relacionamentos de apoio e confiança, onde os participantes possam falar de si para partilhar vitórias e conflitos; espaço de aprendizagem e troca, de forma que se sintam valorizados, possuidores de diferentes formas de conhecimento para partilha.

ASSUNTO(S)

língua inglesa estudo e ensino teses. língua inglesa formação de professores teses. língua inglesa métodos de ensino teses. prática de ensino teses. lingüística aplicada teses. educação permanente teses. aprendizagem experiências teses. professores atitudes teses. prática reflexiva teses.

Documentos Relacionados