Sobrecarga elevada e fragilidade: relação com baixo desempenho cognitivo em idosos cuidadores moradores de comunidades rurais

AUTOR(ES)
FONTE

Trends Psychiatry Psychother.

DATA DE PUBLICAÇÃO

04/12/2017

RESUMO

Resumo Introdução: Idosos cuidadores que moram em comunidades rurais podem estar expostos a uma tripla condição de vulnerabilidade, por exemplo, condições relacionadas a ser cuidador de outro, condições inerentes ao seu próprio envelhecimento e ao seu contexto de moradia. Objetivo: Analisar a associação entre sobrecarga, fragilidade e desempenho cognitivo em idosos cuidadores que moram em comunidades rurais. Método: Tratou-se de uma pesquisa transversal com 85 idosos cuidadores que cuidavam de idosos dependentes na comunidade. A cognição global (Exame Cognitivo de Addenbrooke – Revisado; Mini Exame do Estado Mental), a sobrecarga (Entrevista de Sobrecarga de Zarit) e a fragilidade (Fenótipo de Fragilidade de Fried) foram mensuradas. Todos os princípios éticos foram respeitados. Resultados: Os idosos cuidadores foram predominantemente mulheres (76.7%) com média de idade de 69 anos. A proporção de indício de alteração cognitiva foi de 15.3%, sobrecarga severa de 8.2%, fragilidade de 9.4% e pré-fragilidade de 52.9% nos idosos cuidadores. Cuidadores severamente sobrecarregados ou frágeis apresentaram pior desempenho cognitivo comparado àqueles levemente sobrecarregados e não frágeis, respectivamente (teste ANOVA). Apresentar simultaneamente sobrecarga elevada e algum grau de fragilidade (pré-frágil ou frágil) esteve associado à redução do desempenho cognitivo global. Conclusão: Um significante número de idosos cuidadores teve indício de alteração cognitiva. Estratégias e recursos para reduzir o sentimento de sobrecarga e a fragilidade física podem melhorar o desempenho mental e o bem estar, levando assim a uma melhora da qualidade de vida do idoso que cuida, bem como a qualidade do cuidado prestado por ele.

ASSUNTO(S)

cuidado a idosos cuidadores idoso frágil cognição população rural

Documentos Relacionados

Se o seu (des)orientador pediu para você fazer os Resultados e Discussão no TCC, mas não te explicou o que é isso e nem mostrou Como Fazer, este artigo é para você! Você quer Aprender Definitivamente O Que São e Como Fazer os Resultados e Discussão no seu TCC, não quer? Então, você tem que dar uma olhada no VÍDEO deste artigo. Aprenda de maneira Rápida e Definitiva Como Fazer os Resultados e Discussão no TCC, com exemplos Simples e Objetivos para trabalhos com Pesquisa de Campo Ler artigo

Que tal aprender, de uma vez por todas, como fazer uma Justificativa de TCC, aplicando a poderosa técnica do Roteiro de Consequências? É impressionante! O quê? A técnica do Roteiro de Consequências? Sim. Ela também. E você vai conhecer essa técnica no vídeo deste artigo e vai ver Como Fazer a Justificativa do TCC com base em 2 exemplos simples e práticos. Para você, finalmente, deixar a sua Justificativa de TCC pronta! Mas, primeiro, eu preciso dizer: É impressionante! Como a Justificativa é um ponto Ler artigo

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo