Riscos ocupacionais e acidentes com material biológico em profissionais de enfermagem da saúde coletiva / Occupational risks and accidents with biological material among nursing workers in the collective health field

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT - Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia

DATA DE PUBLICAÇÃO

24/10/2012

RESUMO

The objective of this descriptive and quantitative study was to analyze occupational risks and accidents among nursing workers in the collective health field with a focus on biological material - BM. The study\ s setting included the cities participating in a Committee of Regional Management in the state of São Paulo, Brazil and was developed in two phases. In the first phase, data were collected from the accident report forms from August 2006 to August 2011. Interviews were held with 158 workers in the second phase. Data were then analyzed in the SPSS, version 16.0. The accident report forms revealed that 30 workers reported 30 accidents; 90% involved exposure to BM, 6.7% involved falls, and 3.3% domestic animal bite. In the interview, 56 workers reported the occurrence of one or more types of occupational accidents from 2006 to 2011: 45 reported accidents with BM, eight with cuts and perforations with clean material, five reported falls, four reported commuting accidents and two reported other types of accidents. A total of 74 accidents with BM were reported by 45 workers; 50 of which with cutting-piercing material, 19 in intact skin, four in mucosal and one in injured skin. Most was exposed to blood (91.9%) during venipuncture removal (16.2%). In 67.6% of the cases the professionals were not wearing individual protection equipment, though 77% stated that there was available. In 50% of the accidents with BM, the professional did not seek or did not receive any type of care; in 9.5% of the cases the worker attended a medical consultation, took exams or performed a rapid testing on the source patient; 70.3% reported not being referred to follow-up or had no interest in follow-up. In 73% of the exposures, the workers took appropriate actions in relation to the affected site; 63.5% of the accidents were not officially reported. Such failure in reporting accidents is verified in the difference between the number of accidents reported in the forms and those reported in the interviews. All the professionals reported the occupational risks to health and the most frequently mentioned was the biological risk (exposure to blood, microorganisms, and body fluids). Most (98.7%) professionals were fully immunized against Hepatitis B; 19.6% had knowledge concerning occupational accidents prevention; 20.9% were aware of a protocol for BM post-exposure prophylaxis; 58.2% knew the procedures to be follow concerning the affected site; and 62.6% were aware of accident report forms. Most (77.9%) reported no training concerning BM accidents and precaution measures was provided during their nursing experience, which may have led to the workers\ low adherence to some measures. This study revealed the various reasons that led workers to suffer occupational accidents, among which material, individual/behavioral and institutional factors. Such reasons should be investigated in the different contexts experienced by nursing workers so to minimize occupational risks and accidents. These data and literature review supported propositions of prevention actions and control of accidents with BM as well as the development of a post-exposure protocol.

ASSUNTO(S)

exposure to biological agents accidents acidentes de trabalho enfermagem exposição a agentes biológicos nursing occupational

Documentos Relacionados

Se o seu (des)orientador pediu para você fazer os Resultados e Discussão no TCC, mas não te explicou o que é isso e nem mostrou Como Fazer, este artigo é para você! Você quer Aprender Definitivamente O Que São e Como Fazer os Resultados e Discussão no seu TCC, não quer? Então, você tem que dar uma olhada no VÍDEO deste artigo. Aprenda de maneira Rápida e Definitiva Como Fazer os Resultados e Discussão no TCC, com exemplos Simples e Objetivos para trabalhos com Pesquisa de Campo Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo