Rhizobial Inoculation and Molybdenum Fertilization in Peanut Crops Grown in a No Tillage System After 20 Years of Pasture

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. Bras. Ciênc. Solo

DATA DE PUBLICAÇÃO

20/12/2018

RESUMO

ABSTRACT: Peanut (Arachis hypogea) is an important legume grain consumed by humans and utilized for effective nutrient cycling in a diverse cropping system. Areas that have been cultivated with perennial pasture for decades may have nutritional deficiencies and lack a sufficient population of atmospheric nitrogen-fixing bacteria. Molybdenum is an essential micronutrient that is part of the enzyme nitrogenase contained within symbiotic Bradyrhizobium bacteria, which are responsible for fixing nitrogen in legumes. Our objective was to evaluate the effects of application of Mo at different rates and a rhizobial inoculant on peanut growth characteristics. The experiment was conducted in the 2009/2010 growing season in a no-tillage cropping system following 20-year use as pasture [Urochloa brizantha (Syn. Brachiaria brizantha)]. The experimental design was a randomized complete block with four replicates. The main plots were characterized by peanut inoculation with Bradyrhizobium inoculant or without, and the split plots were characterized by different rates of molybdenum (0, 50, 100, and 200 g ha-1) applied to leaves in the form of ammonium molybdate. The nutritional status of plants, nodulation (number of nodules and nodule dry matter per plant), nitrogenase activity, and nitrogenase specific activity were evaluated at 45 and 64 days after emergence (DAE). The yield components and kernel yield were evaluated at the end of the growing season. Nitrogenase enzyme activity at 64 DAE approximately doubled, and the number of pods per plant was greater with inoculation than without, both of which led to greater yields of pods and kernels. In long-term pasture areas, inoculation and molybdenum fertilization greater than the currently recommended rate appear to be necessary to increase pod and kernel yield per hectare of peanut when managed under no-tillage.

Documentos Relacionados

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Que tal aprender, de uma vez por todas, como fazer uma Justificativa de TCC, aplicando a poderosa técnica do Roteiro de Consequências? É impressionante! O quê? A técnica do Roteiro de Consequências? Sim. Ela também. E você vai conhecer essa técnica no vídeo deste artigo e vai ver Como Fazer a Justificativa do TCC com base em 2 exemplos simples e práticos. Para você, finalmente, deixar a sua Justificativa de TCC pronta! Mas, primeiro, eu preciso dizer: É impressionante! Como a Justificativa é um ponto Ler artigo