Relação entre postura e flexibilidade da coluna e pelve: revisão sistemática

AUTOR(ES)
FONTE

Fisioter. mov.

DATA DE PUBLICAÇÃO

03/12/2018

RESUMO

Resumo Introdução: Alterações no posicionamento das estruturas corporais podem estar associadas à flexibilidade muscular e à mobilidade articular, mas essas evidências ainda são incipientes. Objetivo: Identificar se existem evidências de correlação entre parâmetros da postura corporal estática em ortostase e a flexibilidade e/ou a mobilidade da coluna vertebral e da pelve. Métodos: Revisão sistemática direcionada pelo PRISMA Statement e nas recomendações da Colaboração Cochrane (PROSPERO: CRD42015026298). Foram conduzidas buscas nas bases de dados BIREME, EMBASE, PubMed e Science Direct, considerando o início das bases até o dia 16 de janeiro de 2017, com os termos e operadores booleanos “posture” AND “spine” OR “pelvis” AND “range of motion, articular” OR “movement”. Para serem incluídos, os estudos deveriam apresentar desenho metodológico observacional ou ensaio clínico, amostra de indivíduos saudáveis, resultado de teste de correlação ou associação entre postura estática e mobilidade/flexibilidade no plano sagital, e redação em idioma espanhol, inglês ou português. A qualidade metodológica foi avaliada pela escala de Downs & Black e a força de evidência pelo sistema GRADE. Resultados: Foram encontrados 5.326 estudos, sendo sete incluídos após crivo dos critérios de elegibilidade, os quais apresentaram elevada qualidade metodológica. Contudo, é considerável a heterogeneidade no que diz respeito a escolha de instrumentos e protocolos avaliativos. Diante disso, a presente revisão sistemática apresenta moderada força de evidência. Conclusão: Ainda não existem evidências definitivas sobre as possíveis relações entre a postura corporal e a flexibilidade e mobilidade da coluna vertebral e da pelve.

ASSUNTO(S)

postura maleabilidade coluna vertebral pelve revisão

Documentos Relacionados

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Se o seu (des)orientador pediu para você fazer os Resultados e Discussão no TCC, mas não te explicou o que é isso e nem mostrou Como Fazer, este artigo é para você! Você quer Aprender Definitivamente O Que São e Como Fazer os Resultados e Discussão no seu TCC, não quer? Então, você tem que dar uma olhada no VÍDEO deste artigo. Aprenda de maneira Rápida e Definitiva Como Fazer os Resultados e Discussão no TCC, com exemplos Simples e Objetivos para trabalhos com Pesquisa de Campo Ler artigo

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo