RelaÃÃo entre energia e proteÃna digestÃveis para matrizes de tilÃpia do Nilo (Oreochromis niloticus) / Digestible energy and protein ratio to Nile tilape female (Oreochromis niloticus)

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT - Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia

DATA DE PUBLICAÇÃO

24/02/2012

RESUMO

O trabalho visou analisar o efeito entre os diferentes nÃveis de proteÃna (PD) e energia digestÃveis (ED) sobre o crescimento, desempenho reprodutivo e qualidade da prole de fÃmeas de tilÃpia do Nilo (Oreochromis niloticus). Foram avaliadas nove raÃÃes a partir da combinaÃÃo entre trÃs nÃveis de PD (28, 34 e 40%) e trÃs nÃveis de ED (2.800, 3.400 e 4.000 kcal.kg raÃÃo-1) com trÃs repetiÃÃes. Os peixes foram acomodados em tanques-rede distribuÃdos em tanque escavado sob condiÃÃes naturais. Diariamente verificou a temperatura e semanalmente o pH e oxigÃnio dissolvido. Os animais foram submetidos a um manejo reprodutivo com dez dias de descanso e quatro dias de acasalamento, com 3 fÃmeas para 1 macho durante 260 dias (setembro de 2010 a abril de 2011). As fÃmeas foram avaliadas, a cada 14 dias, quanto ao peso mÃdio, comprimento padrÃo, ganho de peso, fator de condiÃÃo, taxa de crescimento especÃfico, conversÃo alimentar e sobrevivÃncia. Quanto ao desempenho reprodutivo, verificaram-se os parÃmetros de peso mÃdio dos ovos, diÃmetro dos ovos, fecundidade absoluta, fecundidade relativa e peso mÃdio das larvas no momento da eclosÃo. Para isso, apÃs o perÃodo de acasalamento, foi realizada coleta de ovos da cavidade bucal que foram submetidos a incubaÃÃo artificial. No mÃs de janeiro de 2011, amostras da prole foram coletadas e mantidas em sistema de criaÃÃo atà os 30 dias, e verificados os parÃmetros de crescimento durante a fase de reversÃo sexual. Uma amostra de matrizes foi dissecada para mensuraÃÃo dos Ãndices vÃscerossomÃtico, hepatossomÃtico e gonadossomÃtico. A qualidade da Ãgua permaneceu dentro dos nÃveis ideais para a espÃcie, porÃm a temperatura manteve-se abaixo do recomendado para reprodutores. As raÃÃes testadas mostraram influÃncia no crescimento das fÃmeas (p<0,05) ao longo do perÃodo experimental, assim como para o Ãndice viscerossomÃtico no mÃs de coleta (p<0,05). Para os aspectos reprodutivos, as matrizes nÃo apresentaram maior produÃÃo de ovos de acordo com os tratamentos (p>0,05). PorÃm, sofreram efeito dos nÃveis energÃticos para fecundidade relativa (p<0,05) e dos nÃveis protÃicos para peso dos ovos e das larvas no momento da eclosÃo (p<0,05). As proles provenientes dos reprodutores alimentados com as diferentes raÃÃes, nÃo evidenciaram diferenÃa no seu crescimento (p>0,05). RaÃÃes contendo 28% de PD e 2.800 kcal de ED.kg de raÃÃo-1 sÃo indicadas para tilÃpia do Nilo para garantir maior produÃÃo de ovos por grama de fÃmeas sem afetar o desempenho da prole

ASSUNTO(S)

fecundidade fÃmeas nutriÃÃo peixe piscicultura proles reprodutor fecundity females nutrition fish offspring broodstock

Documentos Relacionados

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo

Se o seu (des)orientador pediu para você fazer os Resultados e Discussão no TCC, mas não te explicou o que é isso e nem mostrou Como Fazer, este artigo é para você! Você quer Aprender Definitivamente O Que São e Como Fazer os Resultados e Discussão no seu TCC, não quer? Então, você tem que dar uma olhada no VÍDEO deste artigo. Aprenda de maneira Rápida e Definitiva Como Fazer os Resultados e Discussão no TCC, com exemplos Simples e Objetivos para trabalhos com Pesquisa de Campo Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo