Quando e como fazer a reposição de ferro endovenosa?

DATA DE PUBLICAÇÃO

01/07/2019

RESUMO

A reposição endovenosa de ferro é uma alternativa de tratamento da ferropenia quando houver:

•intolerância ao tratamento com ferro por via oral;

•falha de tratamento com ferro por via oral, geralmente por má absorção:

•gastrectomia;

•gastroplastia redutora;

•doença celíaca;

•gastrite atrófica;

•doença inflamatória intestinal;

•infecção por Helicobacter pylori;

•anemia ferropriva intensa (Hb < 8 g/dL) em pacientes hemodinamicamente estáveis;

•necessidade de reposição rápida, incluindo gestantes (segundo e terceiro trimestre de gestação, sangramento crônico), com intuito de diminuir necessidade de transfusão;

•pacientes com doença renal crônica para otimizar resposta à administração de agente estimulador da eritropoese;

•pacientes que não aceitam transfusão por questões religiosas.

ASSUNTO(S)

deficiência de ferro/tratamento farmacológico administração intravenosa administração oral

Documentos Relacionados