Qualidade de vida dos contabilistas de Campo Grande, MS

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2007

RESUMO

Introdução: O tema Qualidade de Vida (QV) vem sendo amplamente estudado por diversos ramos da ciência por causa de sua importância como preditor de saúde. Objetivo: o presente estudo objetivou avaliar a QV dos contabilistas de Campo Grande, MS. Método: utilizou-se o método epidemiológico e de corte transversal, com uma amostra composta de 209 participantes, sendo 125 contadores e 84 técnicos em contabilidade. Foi utilizado um questionário sociodemográfico elaborado pelo pesquisador e o questionário de Qualidade de Vida SF-36 The Medical Outcomes Study 36-Item Short Health Survey. Utilizou para a análise estatística, o software MINITAB para Windows versão 14.2. Foi realizada uma análise descritiva dos dados. Nas inferências estatísticas foram utilizados os testes t-student, análise de variância e de correlação de Pearson, sendo todos eles aplicados com 95% de confiabilidade. Resultados: verificou-se que a maioria dos participantes era do sexo masculino (52,6%); a maioria, casados (61,1%); dos participantes (60,4%) são contadores e 39,6% técnicos em contabilidade; a maioria trabalha até 8 horas diárias (56,8%); 50,8% atuam como empregados; 94,6% estão satisfeitos com a profissão; somente 19,2% exerce outra atividade profissional. A idade média dos participantes foi de 40 anos; média de 13 anos de tempo de formado e a renda média R$ 3.253,00. A melhor média geral de QV foi capacidade funcional, com escore médio: contadores (85,80) e técnicos em contabilidade (81,59), e a pior foi vitalidade, contadores (65,28) e técnicos em contabilidade (64,94). Houve diferença significativa entre a variável estado civil e o domínio capacidade funcional (p=0,025), na qual a variável casados apresentou média inferior às demais. Quanto à atuação profissional constatou-se que os domínios aspectos físicos e estado geral de saúde foram significativamente diferentes entre si, apresentando p=0,009 e 0,018, respectivamente, cujos profissionais autônomos obtiveram escores menores que os outros grupos nos dois domínios, com médias 66,45 e 70,24, respectivamente. Na satisfação profissional foi verificada diferença estatisticamente significativa em relação aos domínios aspectos físicos, vitalidade, aspecto emocional e saúde mental, com p=0,001 e 0,009, menor que 0,001 e 0,016, respectivamente. Constatou-se que houve correlação estatisticamente significativa entre a variável idade e o domínio capacidade funcional, com p=0,040 e coeficiente de correlação -0,142, apontando que quanto maior a idade, os participantes tendem a possuir um menor escore no citado domínio. Foi evidenciado que existe correlação linear da variável tempo de formado em relação ao domínio capacidade funcional, apresentando p=0,009 e coeficiente de correlação de -0,181. Esse resultado indica que o participante com maior tempo de formado apresenta menor escore no domínio acima correlacionado. A variável renda apresentou correlação linear significativa em relação ao domínio capacidade funcional, sendo p=0,031 e coeficiente negativo -0,150, significando que quanto maior a renda do participante, menor o escore do citado domínio. Conclusão: o estudo mostrou bons resultados de QV, principalmente em relação ao domínio capacidade funcional, indicando uma boa performance produtiva dessa categoria profissional, mas também apresentou resultados preocupantes referindo-se ao domínio vitalidade, que foi o pior escore de QV, resultado que pode interferir negativamente na QV desses profissionais.

ASSUNTO(S)

qualidade de vida contadores -. campo grande, ms; qualidade de vida contabilistas psicologia quality of life accountants

Documentos Relacionados

Se o seu (des)orientador pediu para você fazer os Resultados e Discussão no TCC, mas não te explicou o que é isso e nem mostrou Como Fazer, este artigo é para você! Você quer Aprender Definitivamente O Que São e Como Fazer os Resultados e Discussão no seu TCC, não quer? Então, você tem que dar uma olhada no VÍDEO deste artigo. Aprenda de maneira Rápida e Definitiva Como Fazer os Resultados e Discussão no TCC, com exemplos Simples e Objetivos para trabalhos com Pesquisa de Campo Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo

Que tal aprender, de uma vez por todas, como fazer uma Justificativa de TCC, aplicando a poderosa técnica do Roteiro de Consequências? É impressionante! O quê? A técnica do Roteiro de Consequências? Sim. Ela também. E você vai conhecer essa técnica no vídeo deste artigo e vai ver Como Fazer a Justificativa do TCC com base em 2 exemplos simples e práticos. Para você, finalmente, deixar a sua Justificativa de TCC pronta! Mas, primeiro, eu preciso dizer: É impressionante! Como a Justificativa é um ponto Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo