Qual o tratamento da pitiríase rósea?

DATA DE PUBLICAÇÃO

01/12/2010

RESUMO

Pelo caráter auto resolutivo, a pitiríase rósea na maior parte das vezes não necessita de nenhum tratamento específico além de educação do paciente quanto à benignidade do quadro.  Apesar disto, uma série de opções terapêuticas foram avaliadas, algumas das quais podem gerar benefício para aqueles pacientes que requerem terapia.
O uso de corticoide tópico de média potência pode ser útil naqueles pacientes com prurido moderado, enquanto corticoide sistêmico deve ser reservado somente para casos de prurido muito importante.
Embora alguns estudos com o uso de Eritromicina pareçam reduzir o tempo para o desaparecimento das lesões de pele, a alta prevalência de efeitos colaterais somados ao discutível benefício contraindica seu uso rotineiro.
A exposição ao sol ou sessões de fototerapia podem abreviar a regressão das lesões.
Ressalta-se que a instituição de qualquer tipo de terapia medicamentoso seja feita somente sob recomendação médica

ASSUNTO(S)

pitiríase rósea/tratamento farmacológico

Documentos Relacionados