Qual a abordagem da odontologia frente aos riscos de efeitos adversos dos bifosfonatos?

DATA DE PUBLICAÇÃO

13/06/2019

RESUMO

Considerando que, no momento, muitas questões sobre o osteonecrose dos maxilares associada ao uso de bifosfonatos permanecem não elucidadas, não parece fácil fornecer recomendações definitivas sobre as estratégias preventivas mais úteis no contexto odontológico(1). Mas deve-se destacar o cuidado quanto a condução de procedimentos cirúrgicos conservadores, ambiente estéril adequado, uso adequado de desinfetantes orais e antibióticos eficazes são as recomendações sugeridas a serem seguidas ao tratar pacientes com história de uso de bifosfonatos(2).

No caso de problemas documentados, é sugerido remover ou curetar os locais que apresentam alto risco de infecção. Os pacientes devem ser instruídos a evitar qualquer procedimento odontológico invasivo e a preferir a terapia odontológica conservadora, se possível(2).

ASSUNTO(S)

osteonecrose da arcada osseodentária associada a difosfonatos efeitos colaterais e reações adversas relacionados a medicamentos

Documentos Relacionados