Quais os cuidados odontológicos ao atender crianças na era do COVID-19?

DATA DE PUBLICAÇÃO

19/05/2020

RESUMO

Na era do COVID-19, pacientes infantis somente deverão ser atendidos em situações de urgência odontológica(4,5) uma vez que parte das crianças infectadas por COVID mostram-se assintomáticas, com elevada carga viral ou apresentam sintomas leves e não-específicos da doença(2,3). Todas as crianças submetidas ao tratamento odontológico de urgência, e o seu único acompanhante, devem ser tratados como potenciais fontes de transmissão do vírus, até que se prove o contrário(1,3).

Assim, a pandemia pelo SARS-CoV-2 (COVID-19) tem modificado os protocolos de atendimento de muitos profissionais de saúde, entre eles o dentista(1).Os cuidados odontológicos, que devem fazer parte do cotidiano do dentista, demandam conhecimentos sobre infecção cruzada, infecções respiratórias, formação de aerossóis e biossegurança.

ASSUNTO(S)

infecções por coronavirus/prevenção & controle assistência odontológica para crianças contenção de riscos biológicos

Documentos Relacionados