Quais anti-hipertensivos podem ser utilizados na gestação?

DATA DE PUBLICAÇÃO

28/06/2019

RESUMO

O tratamento farmacológico inicial de escolha para hipertensão na gestação é feito com Metildopa, pois é a droga mais estudada e sem efeitos adversos para o feto. A dose inicial é de 250 mg, 2 a 3 vezes ao dia, aumentando a cada 2 dias conforme necessário, utilizar até de 6 em 6 horas (dose máxima de 3000 mg/dia). As contraindicações são hipersensibilidade, doença hepática ativa e uso concomitante com inibidores da Monoamina Oxidase (MAO).

Quando houver necessidade de uma segunda droga para controle da pressão arterial ou quando a Metildopa não estiver disponível, pode-se utilizar a Nifedipino de liberação lenta (Retard) de 30 a 90 mg/dia (aumentar em intervalos de 7 dias; dose máxima 120 mg/dia) ou Hidralazina 25 mg, meio comprimido, quatro vezes ao dia (aumentando de 12,5 a 25 mg/dia a cada 2 a 4 dias; dose máxima 200 mg/dia).

ASSUNTO(S)

anti-hipertensivos gravidez

Documentos Relacionados