PROCESSO DE AFIRMAÇÃO DA OBRIGATORIEDADE DO ENSINO DA MÚSICA NA ESCOLA: ASPECTOS SOCIAIS, EDUCACIONAIS E LEGAIS

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT - Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia

DATA DE PUBLICAÇÃO

27/08/2012

RESUMO

A presente dissertação apresenta discussões sobre a Educação Musical no contexto das Políticas Públicas no campo da Educação. A investigação tem como objetivo o processo de institucionalização da obrigatoriedade do ensino da Música nas escolas da rede pública do município de João Pessoa, com base no que versa a Lei 11.769/2008. Para tanto, se fez necessário entender as forças presentes na trajetória das políticas educacionais que possibilitaram o surgimento da Lei 11.769/2008, que institui a obrigatoriedade do ensino de Música na escola básica brasileira. Foram analisados os períodos históricos que apresentam a emergência do ensino de Música a partir do período colonial, depois sua transformação nas reformas educacionais no Império e posteriormente sua nacionalização durante a Era Vargas (1930-1945) com o projeto de Canto Orfeônico, dirigido pelo maestro Heitor Villa-Lobos. Após o declínio de tal projeto e a exclusão da Música como disciplina nos currículos escolares a partir da LDB de 1961 e 1971, surge um movimento de músicos, educadores musicais e políticos que visaram o retorno da Música como conteúdo obrigatório na escola básica. A partir do conceito foucaultiano de Análise do Discurso, buscou-se entender o contexto da criação da Lei 11.769/2008 e as perspectivas de sua implementação na escola básica pública, no geral, e especificamente no município de João Pessoa.

ASSUNTO(S)

educação musical escolar políticas educacionais música na escola educacao school music education educational policies music in school

Documentos Relacionados

Que tal aprender, de uma vez por todas, como fazer uma Justificativa de TCC, aplicando a poderosa técnica do Roteiro de Consequências? É impressionante! O quê? A técnica do Roteiro de Consequências? Sim. Ela também. E você vai conhecer essa técnica no vídeo deste artigo e vai ver Como Fazer a Justificativa do TCC com base em 2 exemplos simples e práticos. Para você, finalmente, deixar a sua Justificativa de TCC pronta! Mas, primeiro, eu preciso dizer: É impressionante! Como a Justificativa é um ponto Ler artigo

Se o seu (des)orientador pediu para você fazer os Resultados e Discussão no TCC, mas não te explicou o que é isso e nem mostrou Como Fazer, este artigo é para você! Você quer Aprender Definitivamente O Que São e Como Fazer os Resultados e Discussão no seu TCC, não quer? Então, você tem que dar uma olhada no VÍDEO deste artigo. Aprenda de maneira Rápida e Definitiva Como Fazer os Resultados e Discussão no TCC, com exemplos Simples e Objetivos para trabalhos com Pesquisa de Campo Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo