PolÃticas pÃblicas de turismo : a hospitalidade pÃblica ao excursionista em Bertioga

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2004

RESUMO

Este trabalho tem como objetivo analisar o excursionismo mediante o seu conceito, relacionando-o com a representaÃÃo social formada pelo imaginÃrio popular brasileiro, conhecido sob a alcunha do termo âfarofeiroâ, bem como uma anÃlise do universo cultural que envolve essa temÃtica, atravÃs da gastronomia, da mÃsica e das artes plÃsticas. Aborda a hospitalidade pÃblica em detrimento a infra-estrutura e polÃticas pÃblicas voltadas para o excursionismo, uma vez que as polÃticas pÃblicas municipais brasileiras, muitas vezes, tÃm se apresentado de forma contraditÃria em relaÃÃo à legislaÃÃo federal no que concerne ao direito de ir e vir do cidadÃo. Apresenta uma reflexÃo sobre o planejamento e as polÃticas pÃblicas do turismo relacionadas à economia, ao desenvolvimento nacional, regional e local e ao excursionismo de um modo geral como tambÃm a forma de gerenciamento deste tipo de visitante. Elaborou-se um estudo de caso do municÃpio de Bertioga, localizado na baixada santista, que por ser prÃxima a grande SÃo Paulo, recebe grande quantidade de excursionistas, nÃo oferecendo uma infra-estrutura turÃstica adequada e polÃticas pÃblicas que contemplem a hospitalidade para o excursionista, ao contrÃrio, promovem a exclusÃo. Estabeleceu-se indicadores de hospitalidade para o recebimento dos excursionistas relativos a infra-estrutura adequada para a praia e seu entorno. Apresentam-se dados e anÃlises do: perfil do excursionista que acessa Bertioga tanto de modo particular quanto coletivo, da percepÃÃo dos moradores locais a respeito do excursionista tido como farofeiro, das polÃticas pÃblicas de turismo em Bertioga para o desenvolvimento do turismo local.

ASSUNTO(S)

hospitalidade turÃstica estereÃtipo hotelaria turismo bertioga (sp) - turismo planejamento turÃstico desenvolvimento turÃstico cultura brasileira turismo - aspectos polÃticos excursÃo

Documentos Relacionados

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

TCC Pronto e Gratuito? Sério mesmo? Você acredita em almoço de graça? Comprar um TCC Pronto? Fazer o Próprio TCC? Você ainda tem dúvidas como essas? Você PRECISA ver este Artigo com Urgência! Neste artigo você encontrará: TCC Pronto e Gratuito Comprar TCC Pronto É só me corrigir se eu estiver errado, mas as pessoas Adoram Atalhos, certo? O problema é que, muitas vezes, ATALHOS São ARMADILHAS DISFARÇADAS. Então, se você quer Fugir das Armadilhas e quer saber a Verdade sobre TCC Pronto, TCC Pronto e Ler artigo

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo