Plano e planejamento de marketing em instituições de ensino superior do Sul do Brasil

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2009

RESUMO

O advento da Lei 9.394 de 1996 oportunizou mudanças e transformações nas instituições de ensino superior (IES) brasileiras, nos últimos anos. Entre outras, a forma de gerenciar este tipo de organização. O aumento significativo no número destas instituições em todo o país tem ocasionado também formas diversificadas de administração. O marketing tem sido adotado como uma alternativa ou forma de diferenciação no gerenciamento das IES. Neste sentido, o planejamento e o plano de marketing se apresentam como um guia para o desenvolvimento das ações de marketing, neste contexto. Com este entendimento, o objetivo do estudo volta-se para a análise da adoção do planejamento e do plano de marketing nas maiores Universidades do sul do Brasil. Para tanto, desenvolveram-se os seguintes objetivos específicos: a) identificar as maiores IES do sul do Brasil que possuem Planejamento e Plano de Marketing; b) caracterizar as IES quanto ao tamanho; c) descrever o tamanho, o tempo de existência do planejamento e plano de marketing e a estrutura organizacional para o gerenciamento do Planejamento e do Plano de Marketing, nestes contextos institucionais; d) caracterizar a formação acadêmica dos responsáveis pelo Planejamento e Plano de Marketing na IES; e) identificar o Plano de Marketing nestas IES, quanto às suas fases, etapas, ou passos; f) relacionar o tamanho da IES, o tempo e a subordinação hierárquica da estrutura de marketing da IES e o plano de marketing desenvolvido na organização; g) relacionar a formação acadêmica do responsável pela estrutura de marketing da IES e com o plano de marketing desenvolvido na organização. O delineamento desta pesquisa incluiu a pesquisa bibliográfica. Em seguida, foi realizada uma pesquisa exploratória, com método qualitativo, no sentido de observar, registrar, relacionar e ordenar os dados coletados junto às IES sobre o Planejamento e o Plano de Marketing, descobrindo a freqüência com que ocorrem e a sua natureza. Neste tipo de investigação o processo de análise é indutivo. Em uma segunda fase da pesquisa, está se tornou descritiva, com método quantitativo. De posse dos dados coletados estes oportunizaram a definição de variáveis categóricas, sendo que estas representam as propriedades mensuráveis que distinguem ou amparam o objeto de estudo. Neste ponto, as variáveis foram medidas e relacionadas. O método quantitativo permite está condição de mensuração. A população inicial compõe-se das IES do sul do Brasil com Categoria Administrativa Universidade, segundo a categorização do Portal da Educação Superior (http://www.educacaosuperior.inep.gov.br). A população foi composta por 42 universidades. O estudo permitiu identificar que das 42 IES do Sul do Brasil pesquisadas, apenas 13 (31%) utilizam o planejamento e o plano de marketing, com predominância das universidades privadas. Há sentido neste achado uma vez que as universidades federais, ao que tudo indica, em função de sua própria natureza, e por serem gratuitas, ainda não disputam mercado com as concorrentes. As atividades de marketing são geralmente desenvolvidas nestas organizações há algum tempo, por uma assessoria e estão ligadas diretamente à esfera superior, sendo que a aprovação do plano de marketing é de responsabilidade da reitoria. Geralmente, os responsáveis pela estrutura planejamento e plano de marketing têm formação superior em Administração. As fases do plano de marketing se desenvolvem, geralmente, conforme o que apresenta a literatura, análise da situação, objetivos, estratégias gerais, programas de ação e controle. Na situação interna, ficou evidente uma preocupação com as políticas organizacionais, suas normas e regulamentações, bem como a definição clara dos produtos e serviços. Para a análise da situação externa, as IES mostram-se preocupadas com a demanda. Todas as IES pesquisadas afirmam realizar análise de seus pontos fortes e fracos e das ameaças e oportunidades no mercado. Os respondentes revelaram, entretanto, que nem sempre os objetivos são claros e que as diretrizes não orientam logicamente os planos de marketing. Na definição do composto de marketing e dos recursos de marketing que são alocados para os principais componentes (produto, promoção, preço e praça) as respostas revelam pouca preocupação. Somente algumas IES apresentam um Sistema de Informação de Marketing. O tamanho da IES, assim como da estrutura do departamento de marketing não guarda relação ou influencia na qualidade do plano de marketing. O tempo de desenvolvimento do planejamento estratégico também não apresenta relação com a qualidade do plano de marketing. Há relação entre a subordinação hierárquica do departamento de marketing aos níveis mais elevados da IES, o que condiciona a melhor qualidade no planejamento e no plano de marketing na organização. Há também relação entre a formação acadêmica do responsável pelo planejamento e plano de marketing com a qualidade do plano na organização

ASSUNTO(S)

higher education institutions marketing - planejamento; planejamento estratégico planejamento de marketing marketing planning plano de marketing instituições de ensino superior mercadologia marketing plan

Documentos Relacionados

TCC Pronto e Gratuito? Sério mesmo? Você acredita em almoço de graça? Comprar um TCC Pronto? Fazer o Próprio TCC? Você ainda tem dúvidas como essas? Você PRECISA ver este Artigo com Urgência! Neste artigo você encontrará: TCC Pronto e Gratuito Comprar TCC Pronto É só me corrigir se eu estiver errado, mas as pessoas Adoram Atalhos, certo? O problema é que, muitas vezes, ATALHOS São ARMADILHAS DISFARÇADAS. Então, se você quer Fugir das Armadilhas e quer saber a Verdade sobre TCC Pronto, TCC Pronto e Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo