Perioperative corticosteroids for preventing complications following facial plastic surgery

AUTOR(ES)
FONTE

Sao Paulo Med. J.

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014

RESUMO

BACKGROUND:Early recovery is an important factor for people undergoing facial plastic. However, the normal inflammatory processes that are a consequence of surgery commonly cause oedema (swelling) and ecchymosis (bruising), which are undesirable complications. Severe oedema and ecchymosis delay full recovery, and may make patients dissatisfied with procedures. Perioperative corticosteroids have been used in facial plastic surgery with the aim of preventing oedema and ecchymosis.OBJECTIVES:To determine the effects, including safety, of perioperative administration of corticosteroids for preventing complications following facial plastic surgery in adults.METHODS:Search strategy: In January 2014, we searched the following electronic databases: the Cochrane Wounds Group Specialised Register; the Cochrane Central Register of Controlled Trials (CENTRAL) (The Cochrane Library); Ovid MEDLINE; Ovid MEDLINE (In-Process & Other Non-Indexed Citations); Ovid Embase; EBSCO CINAHL; and Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS). There were no restrictions on the basis of date or language of publication. Selection criteria: We included RCTs that compared the administration of perioperative systemic corticosteroids with another intervention, no intervention or placebo in facial plastic surgery. ata collection and analysis: Two review authors independently screened the trials for inclusion in the review, appraised trial quality and extracted data.MAIN RESULTS: We included 10 trials, with a total of 422 participants, that addressed two of the outcomes of interest to this review: swelling (oedema) and bruising (ecchymosis). Nine studies on rhinoplasty used a variety of different types, and doses, of corticosteroids. Overall, the results of the included studies showed that there is some evidence that perioperative administration of corticosteroids decreases formation of oedema over the first two postoperative days. Meta-analysis was only possible for two studies, with a total of 60 participants, and showed that a single perioperative dose of 10 mg dexamethasone decreased oedema formation in the first two days after surgery (SMD = -1.16, 95% CI: -1.71 to -0.61, low quality evidence). The evidence for ecchymosis was less consistent across the studies, with some contradictory results, but overall there was some evidence that perioperatively administered corticosteroids decreased ecchymosis formation over the first two days after surgery (SMD = -1.06, 95% CI:-1.47 to -0.65, two studies, 60 participants, low quality evidence). The difference was not maintained after this initial period. One study, with 40 participants, showed that high doses of methylprednisolone (over 250 mg) decreased both ecchymosis and oedema between the first and seventh postoperative days. The only study that assessed facelift surgery identified no positive effect on oedema with preoperative administration of corticosteroids. Five trials did not report on harmful (adverse) effects; four trials reported that there were no adverse effects; and one trial reported adverse effects in two participants treated with corticosteroids as well as in four participants treated with placebo. None of the studies reported recovery time, patient satisfaction or quality of life. The studies included were all at an unclear risk of selection bias and at low risk of bias for other domains.AUTHORS' CONCLUSIONS:There is limited evidence for rhinoplasty that a single perioperative dose of corticosteroids decreases oedema and ecchymosis formation over the first two postoperative days, but the difference is not maintained after this period. There is also limited evidence that high doses of corticosteroids decrease both ecchymosis and oedema between the first and seventh postoperative days. The clinical significance of this decrease is unknown and there is little evidence available regarding the safety of this intervention. More studies are needed because at present the available evidence does not support the use of corticosteroids for prevention of complications following facial plastic surgery.

Documentos Relacionados

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Se o seu (des)orientador pediu para você fazer os Resultados e Discussão no TCC, mas não te explicou o que é isso e nem mostrou Como Fazer, este artigo é para você! Você quer Aprender Definitivamente O Que São e Como Fazer os Resultados e Discussão no seu TCC, não quer? Então, você tem que dar uma olhada no VÍDEO deste artigo. Aprenda de maneira Rápida e Definitiva Como Fazer os Resultados e Discussão no TCC, com exemplos Simples e Objetivos para trabalhos com Pesquisa de Campo Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo