Perfil epidemiolÃgico do uso de drogas entre universitÃrios da Ãrea da saÃde / Epidemiological profile of drug use among university students in health

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT - Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia

DATA DE PUBLICAÇÃO

14/02/2002

RESUMO

The psychoactive substance use in the academic universe possesss proper characteristics of this clientele. Objectifying to trace a profile epidemiologist of the psychoactive substance use in the academic universe, this research, of quantitative character, it was applied the 325 academics of the Pharmacy College, Odontologia and Enfermagem of the Federal University of the CearÃ. A questionnaire with closed and divided questions at two moments was used: the first one I contend the partner-demographic characterization of the clientele in study and, as the moment with the characterization of the use and frequency of use of the academics in question. The results had been shown through graphical tables and, with return to pertinent literature. As results we have a predominantly feminine sample (66%), with etÃria band around the 21 years, bachelor (90%), catholics (72%), only students (75%), residents with the parents (78%), with familiar income around 6 the 15 minimum wages, that if optimists (60%) auto-call and with disposal for they capsize the college (66.5%). With regard to the use and frequency of psicotrÃpicas substance use, the academics make current use of etÃlicos (30%), tobacco (5.5%) and inalantes (5.5%), marijuana (4%) and cocaine and its derivatives (1%). The use is sporadical of these substances. We conclude that the searched sample corresponds to one terÃo approach of the academic universe and that the psychoactive substance use is among others related factors with the partner-demographic characterization of the academics. We suggest that the research extends the relative quarrels to the subject, that has the inclusion of this thematic one in the resume, that has campaigns and services of attention directed toward the academic user.

ASSUNTO(S)

enfermagem perfil de saÃde universitÃrios substÃncias psicoativas drogas ilÃcitas epidemiological profile university psychoactive substance drugs

Documentos Relacionados

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo