Percepção de futuros docentes portugueses acerca da sub-representação feminina nas áreas e carreiras científico-tecnológicas

AUTOR(ES)
FONTE

Educ. Pesqui.

DATA DE PUBLICAÇÃO

04/10/2018

RESUMO

Resumo O desinteresse das alunas pelas áreas da ciência, tecnologia, engenharia e matemática (CTEM) condiciona as suas escolhas por carreiras científicas e tecnológicas, que são, muitas vezes, influenciadas pela forma tradicional de ensinar ciências e pela imagem androcêntrica que os/as docentes têm acerca da ciência, geralmente associada a estereótipos de gênero atribuídos às profissões. Assim, para perceber qual a percepção de futuros docentes portugueses acerca da acerca da sub-representação feminina nas áreas e carreiras CTEM, foram definidos dois objetivos de investigação: 1) Perceber se os/as futuros/as docentes consideram haver profissões típicas de determinado gênero ou profissões em que prevalece a invisibilidade feminina; 2) Perceber se os/as futuros/as docentes acreditam haver diferenças de aptidões entre homens e mulheres, bem como se consideram que a prática pedagógica pode influenciar o interesse e as escolhas profissionais dos/as alunos/as por carreiras científicas e tecnológicas. Adotou-se uma investigação essencialmente qualitativa, tendo sido aplicado um questionário a 28 estudantes do curso de mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico. Foram definidas categorias de análise que permitiram analisar as respostas dadas pelos participantes. Os resultados mostram que a maioria dos/as participantes demonstra ter falta de formação nesta área; outros manifestam concepções/crenças androcêntricas acerca dessas questões, o que compromete a sua prática pedagógica, enquanto intervenientes na socialização e formação de futuros/as cidadãos e cidadãs. Portanto, é necessário que a sua formação abarque a compreensão destes temas, permitindo-lhes desenvolver um sentido crítico sobre as suas próprias estereotipias e poderem também eles desmistificar e desconstruir estereótipos de gênero.

ASSUNTO(S)

gênero ciência formação de professores escolhas profissionais invisibilidade feminina

Documentos Relacionados

Se o seu (des)orientador pediu para você fazer os Resultados e Discussão no TCC, mas não te explicou o que é isso e nem mostrou Como Fazer, este artigo é para você! Você quer Aprender Definitivamente O Que São e Como Fazer os Resultados e Discussão no seu TCC, não quer? Então, você tem que dar uma olhada no VÍDEO deste artigo. Aprenda de maneira Rápida e Definitiva Como Fazer os Resultados e Discussão no TCC, com exemplos Simples e Objetivos para trabalhos com Pesquisa de Campo Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo