PEDOGÊNESE E CLASSIFICAÇÃO DE SOLOS DA FAZENDA EXPERIMENTAL "RAFAEL FERNANDES" NO MUNICÍPIO DE MOSSORÓ, RN

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. Caatinga

DATA DE PUBLICAÇÃO

2016-12

RESUMO

RESUMO A fazenda experimental Rafael Fernandes está localizada no distrito de Alagoinha e inserida entre duas pedoformas da região noroeste do município de Mossoró-RN, apresentando características edáficas distintas, o que gera a necessidade de descrições mais detalhadas acerca das classes de solos existentes na área, uma vez que a mesma dispõe de diversos campos experimentais com pesquisas na área de ciências agrárias. Assim, a realização do presente trabalho teve como objetivo a caracterização morfológica, física, química e mineralógica dos solos mais representativos da fazenda a fim de compreender a pedogênese e definir sua classificação. Foram realizadas viagens de reconhecimento de toda a área para a decisão das pedoformas mais representativas e assim definidos três perfis de solo, os quais foram descritos e coletadas as amostras em todos os horizontes para a realização das análises físicas, químicas e mineralógicas. Os resultados permitiram concluir que o material de origem e o relevo foram os fatores determinantes para a ocorrência dos processos pedogenéticos de latolização, podzolização e plintitização, gerando a identificação de três classes de solo principais na Fazenda Experimental que, classificados em 4° nível categórico, definiram-se como: Argissolo Vermelho Distrófico Típico (P1), Latossolo Vermelho Distrófico Argissólico (P2) e Plintossolo Argiluvico Eutrófico Típico (P3).

ASSUNTO(S)

semiárido intemperismo processos pedogenéticos grupo barreiras.

Documentos Relacionados

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo