O problema siderúrgico nacional na Primeira República / The national steel-making problem in the First Republic

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT - Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia

DATA DE PUBLICAÇÃO

14/12/2011

RESUMO

O debate sobre o problema siderúrgico nacional no Brasil ganhou corpo no final da década de 1900 e estendeu-se até 1941, com a criação, pelo governo federal brasileiro, da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) para construir e explorar a usina siderúrgica de Volta Redonda, que foi saudada como a solução do problema, encerrando assim um debate de mais de três décadas. Por esse motivo e pela importância simbólica de que se revestiu a CSN para o Estado Novo, a historiografia foi bastante marcada por esse desfecho particular, que à luz do próprio debate não tinha nada de necessário. Tendo isso em vista, esta tese visa reconstruir e analisar os esforços, debates e conflitos em torno da questão siderúrgica ao longo da Primeira República. Buscamos identificar os principais agentes que intervieram e pesaram no direcionamento das políticas governamentais relativas ao setor siderúrgico e procuramos apresentar as principais propostas feitas e iniciativas tomadas por esses agentes, bem como mapear as implicações dessas iniciativas e propostas para o desenvolvimento do setor. Três dos principais eixos em torno dos quais giraram os debates foram os seguintes: i) a contraposição entre a \"pequena siderurgia\" e a \"grande siderurgia\" e a questão correlata da escolha entre o carvão importado, o carvão nacional e o carvão vegetal; ii) a questão do vínculo entre a exportação de minério de ferro e a siderurgia nacional e, por fim, iii) a questão da localização da usina. Procuramos compreender como se deram as interações entre essas três dimensões ao longo do debate, bem como identificar a origem das defesas de cada uma das posições a cada momento. A tese está dividida em quatro capítulos centrais. Num primeiro, descrevemos a evolução do setor siderúrgico brasileiro entre 1900 e 1940, procurando avaliar as dimensões quantitativa e qualitativa desse desenvolvimento. Num segundo capítulo, tratamos do surgimento, no final da década de 1900 e início da década seguinte, de uma série de propostas de exportação do minério de ferro da região ferrífera de Minas Gerais, que foram vinculadas e subordinadas à produção siderúrgica no país. Dessa forma, o problema siderúrgico ganhou corpo entrelaçado à questão da exportação de minério. Num terceiro capítulo, tratamos do importante contrato da Itabira Iron Ore Co. de 1920 e da reação imediata, interna e externa, que ele suscitou. Por fim, num quarto capítulo, identificamos a configuração de um modelo alternativo ao da Itabira Iron para a solução do problema siderúrgico, baseado em insumos estritamente nacionais, desvinculado da exportação de minério de ferro e capitaneado pelo governo mineiro, bem como a polarização resultante do debate sobre o problema siderúrgico.

ASSUNTO(S)

economic history - brazil história econômica - brasil steel-making

Documentos Relacionados

TCC Pronto e Gratuito? Sério mesmo? Você acredita em almoço de graça? Comprar um TCC Pronto? Fazer o Próprio TCC? Você ainda tem dúvidas como essas? Você PRECISA ver este Artigo com Urgência! Neste artigo você encontrará: TCC Pronto e Gratuito Comprar TCC Pronto É só me corrigir se eu estiver errado, mas as pessoas Adoram Atalhos, certo? O problema é que, muitas vezes, ATALHOS São ARMADILHAS DISFARÇADAS. Então, se você quer Fugir das Armadilhas e quer saber a Verdade sobre TCC Pronto, TCC Pronto e Ler artigo

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Que tal aprender, de uma vez por todas, como fazer uma Justificativa de TCC, aplicando a poderosa técnica do Roteiro de Consequências? É impressionante! O quê? A técnica do Roteiro de Consequências? Sim. Ela também. E você vai conhecer essa técnica no vídeo deste artigo e vai ver Como Fazer a Justificativa do TCC com base em 2 exemplos simples e práticos. Para você, finalmente, deixar a sua Justificativa de TCC pronta! Mas, primeiro, eu preciso dizer: É impressionante! Como a Justificativa é um ponto Ler artigo