Metodologia para articular processos de formação-intervenção-avaliação na educação profissional em enfermagem

AUTOR(ES)
FONTE

Ciênc. saúde coletiva

DATA DE PUBLICAÇÃO

20/12/2019

RESUMO

Resumo O artigo apresenta uma metodologia de formação profissional em enfermagem obstétrica (EO) na perspectiva de avançar para além da apropriação de competências específicas e contribuir com a mudança de modelo de atenção ao parto e nascimento, conforme proposto pelo Sistema Único de Saúde. Estudo que parte das lacunas do modelo atual e de cursos recentes para incentivo à inserção da EO na ótica do trabalho em equipe. Nesse contexto apresenta um caminho metodológico de formação-intervenção-avaliação, com eixos diretivos de uma prática avaliativa indissociada da formação, alinhando conceitos que sustentam a proposta nos moldes de pesquisa-intervenção. Nesse caminho triangulam-se estratégias, técnicas e instrumentos, articulados a dimensões de análise do trabalho na atenção obstetriconeonatal. A metodologia foi desenvolvida tendo por campo cursos multicêntricos de EO coordenados pela UFMG entre 2016 e 2018, abrangendo: 20 cursos descentralizados nos estados, 1.150 profissionais (alunos e agentes envolvidos na condução), 400 serviços (campos de práticas). Conclui-se a apresentação metodológica com os principais rumos de efeitos das experiências, afirmando-se a produção e qualificação de redes de enfermeiros para a assistência e interferência no modelo de cuidado ao parto e nascimento.Abstract This article presents a methodology for professional training in obstetrics nursing (ON) that goes beyond teaching specific competencies and contributes to the change in the model of childbirth care as proposed by Brazilian Unified Health System. This methodology addresses gaps and challenges in the current ON model and it builds on existing initiatives for the inclusion of ON in the teamwork environment. The training-intervention-evaluation method proposes the inclusion of evaluation as part of the training, which is in line with methods for intervention research. A triangulation of strategies, techniques, and instruments is conducted articulated to analytical dimensions of obstetric and neonatal care. This methodology was implemented in multicentric ON courses coordinated by the Federal University of Minas Gerais (UFMG) between 2016 and 2018. A total of 20 ON courses across states, 1,150 professionals (students, faculty, coordinators, preceptors, and supervisors), and 400 health services (internship fields and teaching hospitals) participated in the process. In conclusion, based on the experiences of those participating in this project, the implementation of this methodology produced nurses more qualified and better prepared for practice and for adapting the model of childbirth care.

Documentos Relacionados