Methods for quantification of cerebral glycolytic metabolism using 2-deoxy-2-[18 F]fluoroglucose in small animals

AUTOR(ES)
FONTE

Res. Biomed. Eng.

DATA DE PUBLICAÇÃO

13/09/2018

RESUMO

Abstract Introduction The use of the same imaging and quantification techniques in small animals and clinical studies presents the opportunity for direct translational research in drug discovery and development, in neuropharmacological basis of neurological and psychiatric diseases, and in optimization of drug therapy. Thus, positron emission tomography (PET) studies in rodents can bridge the gap between pre-clinical and clinical research. The aim should be to find a method with capability to measure, without compromising accuracy, glucose distribution in the structures of the brain, which can also be used in pathological situations and with applicability for other substances than glucose analogue. Methods This is a systematic review of several assessment techniques available, including visual and quantitative methods that enable the investigation of the transport mechanisms and enzymes involved in glucose metabolism in the brain. In addition to the ex vivo methods, PET with glucose analogues allows in vivo analyses using qualitative, semiquantitative and quantitative methods. Results These techniques provide different results, and the applicability of a specific method is related to the purpose of the study and the multiple factors that may interfere in the process. Conclusion This review provides a solid background of tools and quantification methods for medical physicists and other professionals interested in cerebral glycolytic metabolism quantification in experimental animals. It also addresses the main factors related to animals, equipment and techniques that are used, as well as how these factors should be understood to better interpret the results obtained from experiments.

Documentos Relacionados

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

TCC Pronto e Gratuito? Sério mesmo? Você acredita em almoço de graça? Comprar um TCC Pronto? Fazer o Próprio TCC? Você ainda tem dúvidas como essas? Você PRECISA ver este Artigo com Urgência! Neste artigo você encontrará: TCC Pronto e Gratuito Comprar TCC Pronto É só me corrigir se eu estiver errado, mas as pessoas Adoram Atalhos, certo? O problema é que, muitas vezes, ATALHOS São ARMADILHAS DISFARÇADAS. Então, se você quer Fugir das Armadilhas e quer saber a Verdade sobre TCC Pronto, TCC Pronto e Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo