Lutzomyia umbratilis from an area south of the Negro River is refractory to in vitro interaction with Leishmania guyanensis

AUTOR(ES)
FONTE

Mem. Inst. Oswaldo Cruz

DATA DE PUBLICAÇÃO

2018-03

RESUMO

BACKGROUND Lutzomyia umbratilis, the vector for Leishmania guyanensis in northern South America, has been found naturally infected with L. guyanensis only in areas north of the Negro and Amazon rivers. While populations of this sand fly species are also found in areas south of these rivers, these populations have never been reported to be infected and/or transmitting L. guyanensis. However, no studies on the corresponding host-parasite interactions are available. OBJECTIVES This study evaluated the interaction between Lu. guyanensis promastigotes and field-collected Lu. umbratilis sand flies from Rio Preto da Eva and Manacapuru, which are located to the north and south, respectively, of the Negro River. METHODS Procyclic and metacyclic attachment was quantified using an in vitro system. FINDINGS Low attachment of parasites to the midguts of insects collected from Manacapuru was detected. Conversely, greater binding of metacyclic parasites was observed in the midguts of insects collected from Rio Preto da Eva, and this attachment was more pronounced than that observed for procyclics (p < 0.03). MAIN CONCLUSIONS The Lu. umbratilis population from an area south of the Negro River has lower in vitro interaction with L. guyanensis. The higher attachment of L. guyanensis to midguts of insects from Rio Preto da Eva may suggest better vector competence. These findings are in accordance with previously reported epidemiological information of American cutaneous leishmaniasis (ACL) transmission in the Amazon.

Documentos Relacionados

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo