La roca magica: Uses of natural zeolites in agriculture and industry

AUTOR(ES)
FONTE

The National Academy of Sciences

RESUMO

For nearly 200 years since their discovery in 1756, geologists considered the zeolite minerals to occur as fairly large crystals in the vugs and cavities of basalts and other traprock formations. Here, they were prized by mineral collectors, but their small abundance and polymineralic nature defied commercial exploitation. As the synthetic zeolite (molecular sieve) business began to take hold in the late 1950s, huge beds of zeolite-rich sediments, formed by the alteration of volcanic ash (glass) in lake and marine waters, were discovered in the western United States and elsewhere in the world. These beds were found to contain as much as 95% of a single zeolite; they were generally flat-lying and easily mined by surface methods. The properties of these low-cost natural materials mimicked those of many of their synthetic counterparts, and considerable effort has made since that time to develop applications for them based on their unique adsorption, cation-exchange, dehydration–rehydration, and catalytic properties. Natural zeolites (i.e., those found in volcanogenic sedimentary rocks) have been and are being used as building stone, as lightweight aggregate and pozzolans in cements and concretes, as filler in paper, in the take-up of Cs and Sr from nuclear waste and fallout, as soil amendments in agronomy and horticulture, in the removal of ammonia from municipal, industrial, and agricultural waste and drinking waters, as energy exchangers in solar refrigerators, as dietary supplements in animal diets, as consumer deodorizers, in pet litters, in taking up ammonia from animal manures, and as ammonia filters in kidney-dialysis units. From their use in construction during Roman times, to their role as hydroponic (zeoponic) substrate for growing plants on space missions, to their recent success in the healing of cuts and wounds, natural zeolites are now considered to be full-fledged mineral commodities, the use of which promise to expand even more in the future.

Documentos Relacionados

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo