IS THERE A RELATION BETWEEN HELYBACTER PYLORI AND INTESTINAL METAPLASIA IN SHORT COLUMN EPITELIZATION UP TO 10 MM IN THE DISTAL ESOPHAGUS?

AUTOR(ES)
FONTE

ABCD, arq. bras. cir. dig.

DATA DE PUBLICAÇÃO

20/12/2019

RESUMO

RESUMO Racional: A presença de metaplasia intestinal no esôfago distal (esôfago de Barrett) é importante doença precursora do adenocarcinoma. O conhecimento sobre os fatores de risco e o processo pelo qual ela se desenvolve é importante e o Helicobacter pylori (HP) pode contribuir para esse desenvolvimento. Objetivo: Analisar o impacto do HP na mucosa gástrica sobre a metaplasia intestinal no esôfago distal em áreas de epitelização colunar menores que 10 mm de extensão e dados epidemiológicos de prevalência. Método: Estudo retrospectivo com inclusão de 373 pacientes consecutivos, com diagnóstico de epitélio colunar no esôfago distal. Em todos foi pesquisado o HP pela urease e histologia, aplicados os fatores de exclusão e inclusão e divididos em dois grupos: o primeiro agregando os pacientes sem diagnóstico histológico de esôfago de Barrett (235-63%) e o segundo com ele (138-37%). Resultados: Não houve diferença significativa entre os portadores ou não do HP em relação à probabilidade de ter metaplasia intestinal (p=0,587). Quando relacionado ao grupo geral, houve associação inversa entre a bactéria e a epitelização colunar em esôfago distal. A idade (p=0,031), gênero (p=0,013) e HP (p=0,613) quando relacionados juntos à metaplasia intestinal não mostraram relação significativa. Isoladamente, quando relacionados idade e gênero, independente do HP, surgiram resultados confirmando que pacientes de idade mais avançada e mulheres apresentam maior incidência de metaplasia intestinal. Conclusão: Existe relação inversa entre HP e as áreas de epitelização colunar em esôfago distal, independente da presença ou não de metaplasia intestinal. Já em relação à idade e gênero, independente do HP, notou-se que em mulheres e com maior a idade há aumento no número de casos com metaplasia intestinal no esôfago distal.ABSTRAT Background: The presence of intestinal metaplasia in the distal esophagus (Barrett’s esophagus) is an important precursor of adenocarcinoma. Knowledge of the risk factors and the process by which the Barrett develops is very important and Helicobacter pylori (HP) can contribute to this development. Aim: To analyze the impact of HP in the gastric mucosa with intestinal metaplasia in the distal esophagus in areas of columnar epithelialization smaller than 10 mm in length and epidemiological data on prevalence Method: A retrospective study in which were included 373 consecutive patients diagnosed with columnar epithelium in the distal esophagus was done. In all, HP was investigated by urease and histology, exclusion and inclusion factors were applied and patients were divided into two groups: the first grouping the ones without histological diagnosis of Barrett’s esophagus (235-63%) and the second with it (138-37%). Results: There was no significant difference between HP and non-HP patients in relation to the probability of having intestinal metaplasia (p=0.587). When related to the general group, there was an inverse association between the bacterium and the columnar epithelia in the distal esophagus. Age (p=0.031), gender (p=0.013) and HP (p=0.613) when related together to intestinal metaplasia showed no significant relation. In isolation, when related to age and gender, regardless of HP, results confirmed that patients in more advanced age and women present a higher incidence of intestinal metaplasia. Conclusion: There is an inverse relation between HP and the areas of columnar epithelization in the distal esophagus, regardless of the presence or absence of intestinal metaplasia. Age and gender, regardless of HP, showed higher prevalence in women and in older the number of cases with intestinal metaplasia in the distal esophagus.

Documentos Relacionados

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Se o seu (des)orientador pediu para você fazer os Resultados e Discussão no TCC, mas não te explicou o que é isso e nem mostrou Como Fazer, este artigo é para você! Você quer Aprender Definitivamente O Que São e Como Fazer os Resultados e Discussão no seu TCC, não quer? Então, você tem que dar uma olhada no VÍDEO deste artigo. Aprenda de maneira Rápida e Definitiva Como Fazer os Resultados e Discussão no TCC, com exemplos Simples e Objetivos para trabalhos com Pesquisa de Campo Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo

Que tal aprender, de uma vez por todas, como fazer uma Justificativa de TCC, aplicando a poderosa técnica do Roteiro de Consequências? É impressionante! O quê? A técnica do Roteiro de Consequências? Sim. Ela também. E você vai conhecer essa técnica no vídeo deste artigo e vai ver Como Fazer a Justificativa do TCC com base em 2 exemplos simples e práticos. Para você, finalmente, deixar a sua Justificativa de TCC pronta! Mas, primeiro, eu preciso dizer: É impressionante! Como a Justificativa é um ponto Ler artigo