Fungicide performance on Fusarium meridionale control, grain yield and grain damage in maize

AUTOR(ES)
FONTE

Summa phytopathol.

DATA DE PUBLICAÇÃO

14/10/2019

RESUMO

RESUMO A podridão da espiga de giberela (PEG) do milho causada pelo complexo de espécies de Fusarium graminearum é uma doença destrutiva no sul do Brasil e no mundo. Cinco experimentos de campo foram conduzidos para determinar a eficácia de fungicidas, produtividade e qualidade de grãos (estudo I) e resposta do aumento de doses (estudo II) no controle de PEG, rendimento de grãos (RG) e grãos avariados (GA) em milho durante as safras 2014/15 e 2015/16. Os fungicidas foram pulverizados 48 horas antes (ação preventiva) ou 48 horas após (ação curativa) a inoculação de dois isolados de Fusarium meridionale (PR e MG). O estudo I consistiu na aplicação de nove ingredientes ativos (metconazol, piraclostrobina, tebuconazol, trifloxistrobina, protioconazol, tiofanato-metílico, azoxistrobina, ciproconazol e carbendazim) em oito formulações comerciais em duas épocas de semeadura do milho. O estudo II consistiu em uma aplicação de três fungicidas em doses crescentes e avaliadas em três datas de semeadura com apenas o isolado PR. No estudo I, não foram observadas diferenças entre fungicidas quando as variáveis PEG, RG e GA foram analisadas em conjunto. Houve interações entre o tempo de aplicação dos fungicidas e os isolados de F. meridionale quando a severidade de PEG e RG foram consideradas. A aplicação preventiva dos fungicidas em diferentes datas de semeadura e o uso do isolado de MG reduziu a PEG em 11,6% e aumentou o RG em 5,3% em comparação a aplicação curativa. No estudo II, houve interação significativa entre fungicidas e tempo de aplicação para GER, RG e GA. A aplicação preventiva de trifloxistrobina + protioconazol (0,15 + 0,17 e 0,22 + 0,26 L ha-1), piraclostrobina + metconazol (0,19 + 0,12 e 0,29 + 0,18 L ha-1) e carbendazim (2 L ha-1) reduziram GER em 41 e 50%; 47 e 54%; 54% nas três datas de semeadura, respectivamente. Houve aumento no RG de 45,7% e 46,8% quando trifloxistrobina + protioconazol (0,15 + 0,17 e 0,22 + 0,26 L ha-1), respectivamente, foi pulverizado preventivamente nas três épocas de semeadura em comparação ao tratamento controle. Trifloxistrobina + protiocanazole, piraclostrobina + metconazole e carbendazim (1,0 e 2,0 L ha-1) pulverizados nas duas doses preventivamente reduziram a incidência de GA em 53,5 e 48,7%; 47,7 e 57,5%; 48,1 e 50,5%, respectivamente, para cada fungicida e dose, e podem ser incorporados em um programa de manejo de doenças.ABSTRACT Gibberella ear rot (GER) in maize, caused by Fusarium graminearum species complex, is a destructive disease in southern Brazil and worldwide. Five field-experiments were conducted to determine fungicide efficacy, grain yield and grain quality (study I), as well as response of increasing rates (study II) on GER control, grain yield (GY) and grain damage (GD) in maize during the 2014/15 and 2015/16 growing seasons. Fungicides were sprayed 48 h before (preventive action) or 48 h after (curative action) inoculation of two Fusarium meridionale isolates (PR and MG). Study I consisted in applying nine active ingredients (metconazole, pyraclostrobin, tebuconazole, trifloxystrobin, prothioconazole, thiophanate-methyl, azoxystrobin, cyproconazole and carbendazim) present in eight commercial formulations at two sowing dates. Study II consisted in applying increasing rates of three fungicides evaluated at three sowing dates using only PR isolate. In study I, no differences were observed among fungicides when the variables GER, GY and GD were analyzed together. There were interactions between time of fungicide application and F. meridionale isolates when GER severity and GY were considered. Preventive fungicide application at different sowing dates and the use of MG isolate reduced GER by 11.6% and increased GY by 5.3%, compared to curative application. In study II, there was a significant interaction between fungicides and application time for GER, GY and GD. Preventive application of trifloxystrobin + prothioconazole (0.15 + 0.17 and 0.22 + 0.26 L ha-1), pyraclostrobin + metconazole (0.19 + 0.12 and 0.29 + 0.18 L ha-1) and carbendazim (2 L ha-1) reduced GER by 41 and 50%, 47 and 54%, and 54% at the three sowing dates, respectively. There was an increment of 45.7% and 46.8% in GY when trifloxystrobin + prothioconazole (0.15 + 0.17 and 0.22 + 0.26 L ha-1), respectively, were preventively sprayed at the three sowing dates, compared to the control treatment. Trifloxystrobin + prothiocanazole, pyraclostrobin + metconazole and carbendazim (1.0 and 2.0 L ha-1) preventively sprayed at two rates reduced GD incidence by 53.5 and 48.7%, 47.7 and 57.5%, 48.1 and 50.5%, respectively, for each fungicide and rate, and could be incorporated into a disease management program.

Documentos Relacionados

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

TCC Pronto e Gratuito? Sério mesmo? Você acredita em almoço de graça? Comprar um TCC Pronto? Fazer o Próprio TCC? Você ainda tem dúvidas como essas? Você PRECISA ver este Artigo com Urgência! Neste artigo você encontrará: TCC Pronto e Gratuito Comprar TCC Pronto É só me corrigir se eu estiver errado, mas as pessoas Adoram Atalhos, certo? O problema é que, muitas vezes, ATALHOS São ARMADILHAS DISFARÇADAS. Então, se você quer Fugir das Armadilhas e quer saber a Verdade sobre TCC Pronto, TCC Pronto e Ler artigo

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo