Fluxograma descritor no atendimento à pessoa idosa vítima de violência: uma perspectiva interdisciplinar

AUTOR(ES)
FONTE

Esc. Anna Nery

DATA DE PUBLICAÇÃO

01/11/2018

RESUMO

Resumo Objetivo: Identificar os fluxos de atendimento da pessoa idosa vítima de violência nos diferentes serviços de assistência e analisar os principais nós críticos. Método: Estudo descritivo e exploratório realizado a partir de entrevistas com profissionais responsáveis por serviços: de saúde; de assistência jurídica e social e com idosos, vítimas de violência, em um município de médio porte do interior paulista. Os dados coletados possibilitaram a construção do fluxograma descritor e definição dos nós críticos conforme modelo criado por Franco e Merhy. Resultados: Foram identificados nós críticos referentes: à falta de centralidade nos encaminhamentos das denúncias; dificuldade para fazer contato com o disque 100; coleta de dados insuficientes sobre a ocorrência; falta de comunicação entre os serviços; desistência da vítima na continuidade do processo; falta de conhecimento dos serviços e da população sobre as funções da atenção social; conflito entre os serviços nos casos de situações de difícil solução e falta de intervenção da equipe da atenção básica à saúde frente queixa de violência. Conclusões e implicações para a prática: Os nós críticos apontam para a necessidade do aprimoramento das intervenções na perspectiva intersetorial, com vistas à melhoria da qualidade de assistência ao idoso.

ASSUNTO(S)

idoso violência envelhecimento saúde do idoso

Documentos Relacionados

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo

Que tal aprender, de uma vez por todas, como fazer uma Justificativa de TCC, aplicando a poderosa técnica do Roteiro de Consequências? É impressionante! O quê? A técnica do Roteiro de Consequências? Sim. Ela também. E você vai conhecer essa técnica no vídeo deste artigo e vai ver Como Fazer a Justificativa do TCC com base em 2 exemplos simples e práticos. Para você, finalmente, deixar a sua Justificativa de TCC pronta! Mas, primeiro, eu preciso dizer: É impressionante! Como a Justificativa é um ponto Ler artigo

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo