Flebite e infiltração: traumas vasculares associados ao cateter venoso periférico

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. Latino-Am. Enfermagem

DATA DE PUBLICAÇÃO

17/05/2018

RESUMO

RESUMO Objetivo: determinar a taxa de incidência e os fatores de risco para os indicadores sensíveis aos cuidados de Enfermagem, flebite e infiltração, em pacientes portadores de cateteres venosos periféricos (CVPs). Método: estudo de coorte com 110 pacientes. Utilizou-se escalas para avaliar e documentar flebite e infiltração. Recolheram-se variáveis sociodemográficas, clínicas, relativas ao CVP, à medicação e à internação, bem como efetuou-se análise descritiva e inferencial, e modelação logística multivariada. Resultados: a taxa de incidência de flebite e infiltração foi de 43,2 e 59,7 por mil cateteres-dia, respectivamente. A maioria dos CVPs foi removida nas primeiras 24h devido a esses traumas vasculares. Foram fatores de risco para flebite o tempo de internação (p=0,042) e o número de cateteres inseridos (p<0,001), sendo para infiltração a piperacilina/tazobactan (p=0,024) e o número de cateteres inseridos (p<0,001). Conclusão: a investigação documentou a incidência de indicadores sensíveis aos cuidados de Enfermagem (flebite e infiltração) e evidenciou novos fatores de risco relacionados à infiltração. Possibilitou, também, uma reflexão sobre os cuidados de Enfermagem para prevenir esses traumas vasculares, as indicações e as contraindicações do CVP, tendo subsidiada a implementação do PICC nas práticas de Enfermagem como alternativa ao CVP.

ASSUNTO(S)

enfermagem cateterismo periférico flebite infusões intravenosas extravasamento de materiais terapêuticos e diagnósticos segurança do paciente

Documentos Relacionados

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo

Que tal aprender, de uma vez por todas, como fazer uma Justificativa de TCC, aplicando a poderosa técnica do Roteiro de Consequências? É impressionante! O quê? A técnica do Roteiro de Consequências? Sim. Ela também. E você vai conhecer essa técnica no vídeo deste artigo e vai ver Como Fazer a Justificativa do TCC com base em 2 exemplos simples e práticos. Para você, finalmente, deixar a sua Justificativa de TCC pronta! Mas, primeiro, eu preciso dizer: É impressionante! Como a Justificativa é um ponto Ler artigo