Famintos do Ceará: imprensa e fotografia entre o final do século XIX e o início do século XX

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2004

RESUMO

O presente trabalho discute o processo de constituição de urna iconografia dos famintos, forjada pela imprensa entre o final do século XIX e o começo do século XX. Esta iconografia articulou uma memória, recorrentemente associando sertanejos a fome, doenças,atraso, "barbárie". As primeiras fotografias de famintos da seca do Ceará foram feitas por J. A. Corrêa, em 1878, sob a direção de José do Patrocínio, jornalista do Rio de Janeiro (jornal Gazeta de Notícias) responsável pela reportagem sobre a seca no Ceará. Se antes apenas o noticiário escrito informava sobre o tema, a partir daquele momento, um novo ingrediente ocuparia algumas folhas do Rio de Janeiro e inspiraria o viajante e jornalista inglês Herbert Smith, que escreveu sobre o tema no jornal norte-americano New Herald. O trabalho foi acompanhar o processo de constituição da linguagem fotográfica em jornais e revistas enquanto estratégia que altera o ritmo da comunicação dos acontecimentos, construída nos entremeios das notícias, dos telegramas, das reportagens, e que monta permanências, recorrências de temas e tipos, conforme o impacto e composição dos acontecimentos. E acompanhar também o processo de produção e expansão da informação entre os jornais e a movimentação entre correspondentes e colaboradores. O jornal Gazeta de Notícias, a revista O Besouro e a Revista da Semana, do Rio de Janeiro, formam a base dos componentes visuais que organizam uma memória plástica para o sertão e o sertanejo. Através de seus textos, os jornais e intelectuais cearenses promoveram uma ordenação da informação sobre os acontecimentos ligados ao tema da seca, fornecendo dados, descrições, depoimentos, que colaboraram para definição daquela memória. A articulação entre as publicações do Ceará e as do Rio de Janeiro ajudou a montar diálogos e descobrir argumentos para além da seca, tais como "fome" e "famintos", como unidade básica. No interior dessa perspectiva, interessa assinalar a imprensa como prática constitutiva de memória a partir de narrativas fotográficas e escritas sobre o Ceará e sobre os seus moradores

ASSUNTO(S)

historia imprensa -- ceara, ce iconografia

Documentos Relacionados

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo

Se o seu (des)orientador pediu para você fazer os Resultados e Discussão no TCC, mas não te explicou o que é isso e nem mostrou Como Fazer, este artigo é para você! Você quer Aprender Definitivamente O Que São e Como Fazer os Resultados e Discussão no seu TCC, não quer? Então, você tem que dar uma olhada no VÍDEO deste artigo. Aprenda de maneira Rápida e Definitiva Como Fazer os Resultados e Discussão no TCC, com exemplos Simples e Objetivos para trabalhos com Pesquisa de Campo Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo