Estudo da expressão do gene AHSP (Alpha Hemoglobin Stabilizing Protein) na diferenciação de eritrocitos em cultura e em pacientes com Beta-talassemia

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2004

RESUMO

As síndromes talassêmicas compreendem um grupo heterogêneo de doenças hereditárias em que existe urna redução no ritmo de síntese de urna ou mais cadeias polipeptídicas da hemoglobina.Nas β-talassemias ocorre supressão total ou parcial da produção de cadeias β;. O estado homozigótico da maioria das variantes genéticas de β-talassemia produz o quadro clínico da talassemia maior ou anemia de Cooley. Esses pacientes apresentam acentuada anemia e necessitam de transfusões sangüíneas regulares para sobreviverem. Os indivíduos heterozigotos para β-talassemia apresentam, com raras exceções, apenas discreta anemia. Existem ainda alguns quadros clínicos não tão graves quanto à forma homozigótica clássica, geralmente não dependentes de transfusão, que são denominados de "talassemia intermediária". A baixa produção de β-globina em β-talassemia, com a síntese normal de a-globinas resulta num excesso de cadeias a que são responsáveis pela eritropoiese não eficaz, danos à membranas de eritrócitos e redução da vida-média de células vermelhas. Recentemente foi descrita urna proteína que formaria um complexo estável quando ligado à a-globinas, evitando que estas sofressem oxidação e precipitação. Esta proteína foi denominada AHSP (Alpha Hemoglobin Stabilizing Protein). A caracterização da proteína foi feita em camundongos e, até a presente data, não são encontrados dados da expressão do gene em humanos. Durante o desenvolvimento deste trabalho foram feitas análises de expressão gênica durante a diferenciação eritróide humana e em pacientes com β-talassemia, evoluções clínicas maior e intermediária e em indivíduos controles. Foram feitas também análises da seqüência de DNA na procura de polimorfismos ou mutações que pudessem estar relacionados com a modulação da expressão ou relacionados com a doença. A análise da expressão gênica durante a diferenciação eritróide em humanos, mimetizada por cultura de precursores eritróides em cultura de duas fases indica que o gene AHSP está sendo requerido durante toda a diferenciação celular, sugerindo que possivevelmente AHSP está sendo requerido para estabilizar cadeias- β; para a formação de hemoglobina. Em pacientes com β-talassemia,a expressão do gene AHSP está aumentada em pacientes com clínica lntermediaria quando comparados com pacientes com clínica Maior e controles, enquanto que a expressão de β-globina não demonstra diferenças entre os grupos. Mas dados da razão da expressão do gene AHSP/a-globina demonstram que, quando comparados com os dados obtidos da cultura, os grupos provavelmente apresentam diferenças pelo fato de que β-talassemia intermediária apresentar mais eritroblastos que os outros grupos, mostrando que possivelmente AHSP não apresenta relação com a evolução clinicaem β-talassemias. As análises de polimorfismos demonstraram polimorfismos que podem estar relacionado com β talassemia e uma mutação que pode estar alterando a estrutura protéica de AHSP e talvez contribuindo para a pior evolução clinica de pacientes heterozigotos para β talassemia. Baseado nestes dados nós prevemos uma importante função deste gene durante a diferenciação eritróide normal, descrevemos polimorfismos que podem relacionar o gene AHSP com β talassemias na população estudada durante o desenvolvimento deste trabalho, descrevemos aqui a primeira mutação detectada no gene AHSP que possa mostrar uma possível relação desta proteína com a evolução clinica em β-talassemia, mas uma importância concreta do gene AHSP na fisiopatologia da β-talassemia ainda não está bem estabelecida.

ASSUNTO(S)

hemoglobinopatia talassemia hemoglobina

Documentos Relacionados

Se o seu (des)orientador pediu para você fazer os Resultados e Discussão no TCC, mas não te explicou o que é isso e nem mostrou Como Fazer, este artigo é para você! Você quer Aprender Definitivamente O Que São e Como Fazer os Resultados e Discussão no seu TCC, não quer? Então, você tem que dar uma olhada no VÍDEO deste artigo. Aprenda de maneira Rápida e Definitiva Como Fazer os Resultados e Discussão no TCC, com exemplos Simples e Objetivos para trabalhos com Pesquisa de Campo Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo