Estudo comparativo dos Bivalvia (Mollusca) da plataforma continental da Antártica e do Brasil

AUTOR(ES)
FONTE

Biota Neotropica

DATA DE PUBLICAÇÃO

2011-03

RESUMO

Durante a identificação de moluscos bivalves coletados na Antártica, foi reunida uma rica bibliografia taxonômica, estimulando comparações com a malacofauna do Brasil. Assim, listamos um total de 68 espécies conhecidas para águas rasas (menos de 200 m de profundidade) da Antártica e 368 para o Brasil, procurando encontrar espécies, famílias e superfamílias em comum a ambos os locais, e investigando em que essas malacofaunas diferem em relação aos grupos representados e em relação ao hábito de vida das suas espécies. Vinte e três superfamílias não possuem representantes antárticos, mas estão presentes com pelo menos uma espécie brasileira; o oposto não ocorre, pois todas superfamílias que ocorrem na Antártica também são conhecidas para o Brasil. O número de espécies brasileiras é maior, composto por uma mistura de táxons de diferentes províncias biogeográficas, enquanto na Antártica existem somente poucas espécies adaptadas às condições polares, com uma minoria de representantes de fora da Antártica. Dessa forma, muitas espécies típicas do caribe se distribuem até o Brasil, pertencendo aos diversos Arcoidea, Pectinoidea, Lucinoidea, Cardioidea, Veneroidea e Tellinoidea. Cimentantes Ostreoidea, Plicatuloidea, Dimyoidea, Spondylidae (Pectinoidea) e Chamoidea não estão presentes na Antártica, como também não estão perfuradores de madeira (Teredinidae, Pholadoidea) e de rochas (Pholadidae, Pholadoidea; Gastrochaenoidea; e Lithophaginae, Mytiloidea). É notável o grande número de espécies brasileiras de grupos infaunais (exemplos, Tellinidae, Veneridae, Cardiidae e Mactroidea) e epifaunais (Pectinidae, Mytilidae e Arcidae), que são ausentes ou pobremente representados na Antártica. Nuculanoidea, Limopsoidea, Lucinoidea, Galeommatoidea, Cyamioidea e Cuspidarioidea são os grupos mais ricos em espécies antárticas, alguns deles também sendo especiosos no Brasil, entretanto, em maiores profundidades. Três espécies são registradas para ambos os locais: Limatula pygmaea (Limidae), Lasaea adansoni (Lasaeidae) e Gaimardia trapesina (Gaimardiidae). Através de análises dos grupos, é possível apontar aqueles que são taxonomicamente diversos em uma ou outra fauna, e então enfatizá-los em estudos ecológicos, utilizando-os como "organismos monitores" ou modelos. O presente trabalho pode ser um ponto de partida para futuras discussões sobre a ocorrência de um gradiente latitudinal ao longo da costa leste da América do Sul, estimulando trabalhos sobre mudanças que ocorrem na composição das faunas de bivalves do Brasil, Uruguai, Argentina e Antártica.

ASSUNTO(S)

lista de espécies águas rasas fauna brasileira fauna antártica

Documentos Relacionados

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo

Se o seu (des)orientador pediu para você fazer os Resultados e Discussão no TCC, mas não te explicou o que é isso e nem mostrou Como Fazer, este artigo é para você! Você quer Aprender Definitivamente O Que São e Como Fazer os Resultados e Discussão no seu TCC, não quer? Então, você tem que dar uma olhada no VÍDEO deste artigo. Aprenda de maneira Rápida e Definitiva Como Fazer os Resultados e Discussão no TCC, com exemplos Simples e Objetivos para trabalhos com Pesquisa de Campo Ler artigo