Estrutura da assembleia de copépodes (Crustacea: Copepoda) em um gradiente longitudinal ambiental em um sistema rio-planície de inundação tropical, Brasil

AUTOR(ES)
FONTE

Acta Limnol. Bras.

DATA DE PUBLICAÇÃO

11/12/2017

RESUMO

Resumo Objetivo: Este estudo analisou a estruturação da comunidade de copépodes ao longo de um eixo longitudinal do último trecho livre de barramento do sistema rio-planície de inundação do alto rio Paraná a jusante da barragem de Porto Primavera. Nossas hipóteses foram que (i) a comunidade de copépodes apresentará aumento na abundância de organismos, riqueza e diversidade específica de espécies à medida que se distância da barragem de Porto Primavera devido ao incremento de espécies de lagoas marginais e tributários; (ii) os atributos da comunidade serão maiores em tributários e lagoas marginais localizadas na planície de inundação pois a mesma apresenta maior heterogeneidade ambiental e atual como uma fonte de espécies; (iii) o padrão de composição de espécies será correlacionado ao gradiente ambiental tendo em vista que os copépodes apresentam rápida resposta a variação das condições ambientais. Método As amostragens foram realizadas trimestralmente, em 2013 e 2014, à subsuperfície da região pelágica, ao longo do rio Paraná, em sete de seus tributários e em oito lagoas localizadas em sua planície de inundação. Resultados Foram identificadas 29 espécies, pertencentes ás famílias Cyclopidae (21 espécies) e Diaptomidae (8 espécies). Ao contrário da primeira hipótese, os resultados da ANOVA evidenciaram um decréscimo significativo na abundância de copépodes desde montante até jusante, na calha principal do rio Paraná. Os resultados da RDA mostraram que no eixo 1, o rio e as lagoas foram correlacionados positivamente condutividade, pH, temperatura e material orgânico em suspensão, caracterizada pelas principais espécies de copépodes. Os tributários, por outro lado, foram correlacionados negativamente com turbidez, nitrogênio total, fóforo total e profundidade. O eixo 2 houve correlação positiva do rio Paraná com condutividade elétrica e material orgânico em suspensão, e maior abundância de Argyrodiaptomus azevedoi, Notodiaptomus iheringi, N. henseni, N. cearensis e N. cf. spinuliferus. Por outro lado, as lagoas foram correlacionadas positivamente com pH e temperatura e também maior abundância de Thermocyclops minutus e T. decipiens. Conclusão Dessa forma, destaca-se a importância da manutenção da integridade ecológica da planície de inundação do alto rio Paraná na manutenção da elevada biodiversidade registrada nesse último trecho livre de represamentos desse importante rio tropical. Ressalta-se ainda a importância da manipulação da vazão dos reservatórios a montante desse trecho, condição necessária à existência de uma conectividade hídrica entre planície e rio principal.

ASSUNTO(S)

zooplâncton barragem conceito de reservatórios contínuos em cascata pulso de inundação conectividade hídrica

Documentos Relacionados

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo