Entre nós: tramas e traumas em busca da confiança / Between us: plots and traumas in the search for confidence

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2008

RESUMO

Este trabalho apresenta através da experiência clínica, as dificuldades encontradas na técnica baseada na teoria das relações de objeto de Melanie Klein, quando utilizadas com pacientes neuróticos que se apresentam com dificuldades em suas relações. Utilizando-se de um modelo clínico, e encontrando evidência nos trabalhos de alguns autores como Francis Tustin, Sidney Klein e alguns outros, tais dificuldades são consideradas como decorrentes de estados autísticos revelados em pacientes neuróticos. Traz a hipótese de que estes pacientes apresentam experiências pré-simbólicas de natureza sensorial, por não terem sido processadas por um objeto primário que as pudesse sentir e pensar, permanecendo desta maneira, sem transformações. É sugerido, segundo Judith Mitrani, que estas experiências sensoriais não desenvolvidas mantiveram-se como proteções fortificadas contra a consciência de estados de terror que tiveram relação com a separação corporal e emocional precoce e, portanto contra a experiência com o objeto primário. Mostram experiências primitivas de auto-sensualidade e nelas, pessoas utilizadas como coisas a fim de proteger-se da dor e ganhar sensação de existência, segurança e impermeabilidade. São reações construídas internamente provocadas pela separação do corpo da mãe, embora com ausência de experiência de maternagem: trata-se de um mecanismo de sobrevivência. Como objetivo central do trabalho discute-se a importância de um analista discriminar o estado autístico em um paciente desde tipo, onde não é possível a relação objetal, evitando utilizarse de interpretações que considerem inerente tal relação. Por utilizarse de pseudorelações de objeto adesivas, os padrões estereotípicos que estes pacientes trazem podem permanecer, a menos que o analista descubra alternativas à técnica para conquistar com os pacientes estados que permitam o desenvolvimento de sua confiança primordial. Através de um caso clínico com uma paciente apresentando esta estrutura mental, traz algumas alternativas como, por exemplo, o analista se permitir ser utilizado com objeto autista pelo paciente, até que este consiga sair de suas proteções, revelando-as. Utilizando-se dos recursos teóricos e técnicos oferecidos por diversos autores, sugere que pacientes, como a apresentada, possam deixar as proteções autísticas e passar de um estado onde o outro permaneceu inexistente, para outro, onde o outro se torne alguém de quem o paciente possa demonstrar desejo de se aproximar

ASSUNTO(S)

confianca (psicologia) autistic states estado autista pseudo-relações de objeto adesiva autosensualidade autistic object autosensuality psicologia objeto autista relacoes objetais (psicanalise) adhesive pseudo-object-relation confidence

Documentos Relacionados

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

TCC Pronto e Gratuito? Sério mesmo? Você acredita em almoço de graça? Comprar um TCC Pronto? Fazer o Próprio TCC? Você ainda tem dúvidas como essas? Você PRECISA ver este Artigo com Urgência! Neste artigo você encontrará: TCC Pronto e Gratuito Comprar TCC Pronto É só me corrigir se eu estiver errado, mas as pessoas Adoram Atalhos, certo? O problema é que, muitas vezes, ATALHOS São ARMADILHAS DISFARÇADAS. Então, se você quer Fugir das Armadilhas e quer saber a Verdade sobre TCC Pronto, TCC Pronto e Ler artigo

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo

Se o seu (des)orientador pediu para você fazer os Resultados e Discussão no TCC, mas não te explicou o que é isso e nem mostrou Como Fazer, este artigo é para você! Você quer Aprender Definitivamente O Que São e Como Fazer os Resultados e Discussão no seu TCC, não quer? Então, você tem que dar uma olhada no VÍDEO deste artigo. Aprenda de maneira Rápida e Definitiva Como Fazer os Resultados e Discussão no TCC, com exemplos Simples e Objetivos para trabalhos com Pesquisa de Campo Ler artigo

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo