EFICÁCIA, EFICIÊNCIA E EFETIVIDADE DA TERAPIA GONADOTRÓFICA PARA O TRATAMENTO DA INFERTILIDADE

AUTOR(ES)
FONTE

MedicalExpress (São Paulo, online)

DATA DE PUBLICAÇÃO

2015-06

RESUMO

RESUMO A terapia gonadotrófica é elemento essencial nos tratamentos de infertilidade que envolvem tecnologia de reprodução assistida. Nos últimos anos houve avanços notáveis no desenvolvimento de novas gonadotrofinas, principalmente com a produção de gonadotrofinas via recursos biotecnológicos. As gonadotrofinas recombinantes têm maior actividade específica em comparação com os suas homólogas urinárias, permitindo, assim, a administração subcutânea de quantidades mínimas de glicoproteína. Como resultado, as formulações recombinantes tem um melhor perfil de segurança, apesar de semelhança em termos de eficácia para a gravidez, como relatado em diversos ensaios clínicos randomizados e meta-análises. As gonadotrofinas estimulam os ovários a desenvolver folículos e ovócitos, que são a matéria-prima para a fertilização e produção de embriões. Os embriões resultantes são transferidos (frescos ou congelados/descongelados) para produzir gravidez. Comparações entre as gonadotrofinas devem, portanto, ser medidas não somente pela eficácia clínica de produzir gravidezes pela transferência de embriões a fresco, mas sobremaneira pela eficiência na produção de ovócitos e embriões em relação à quantidade de droga administrada, e efetividade na obtenção de gravidezes pela transferência de embriões frescos e congelados/descongelados (taxa de gravidez cumulativa). As comparações entre diferentes preparações de gonadotrofinas também devem levar em conta outros indicadores importantes de qualidade em medicina reprodutiva, como a segurança e o interesse do paciente. Estes indicadores de qualidade favorecem as gonadotrofinas biotecnológicas em relação aos produtos biológicos na terapia da infertilidade.

ASSUNTO(S)

gonadotrofinas estimulação ovariana controlada tecnologia reprodutiva assistida

Documentos Relacionados

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo