Effect of Leap Motion-based 3D Immersive Virtual Reality Usage on Upper Extremity Function in Ischemic Stroke Patients

AUTOR(ES)
FONTE

Arq. Neuro-Psiquiatr.

DATA DE PUBLICAÇÃO

24/10/2019

RESUMO

RESUMO A VR imersiva é uma tecnologia que fornece design ambiental e rastreamento de objetos mais realistas do que a VR comum. O objetivo deste estudo foi investigar a eficácia da VR imersiva na função da extremidade superior em pacientes com AVC isquêmico. Sessenta e cinco pacientes com AVC isquêmico foram incluídos neste estudo randomizado, controlado e duplo-cego (clinictrials.gov. ID: NCT03135418). Os pacientes foram divididos aleatoriamente em VR (n = 33) e controle (n = 32). O grupo VR recebeu 60 minutos do programa de reabilitação imersiva da extremidade superior e o grupo controle recebeu 45 minutos de terapia convencional e 15 minutos de um programa falso de VR. A reabilitação consistiu em 18 sessões de terapia, 3 dias por semana, durante 6 semanas. As medidas de resultado foram Teste de braço de pesquisa-ação (ARAT), Medida de independência funcional (FIM), Escala de extremidades superiores de Fugl-Meyer (FMUE) e Avaliação de desempenho de habilidades de autocuidado (PASS). Nos grupos VR e controle, todos os parâmetros, exceto o PASS, melhoraram com o tempo. No entanto, os resultados dos testes t independentes mostraram que todos os escores FMUE, ARAT, FIM e PASS foram significativamente maiores no grupo VR em comparação ao controle (p <0,05). Os escores de FMUE e ARAT de diferença minimamente clinicamente importante (MCID) foram maiores que os pontos de corte de MCID descritos na literatura no grupo VR, enquanto os escores de FIM estiveram abaixo dos pontos de corte de MCID. Todas as pontuações no grupo controle estiveram abaixo das pontuações de corte. A reabilitação imersiva da VR parece ser eficaz para melhorar a função da extremidade superior e as habilidades de autocuidado, mas não melhora a independência funcional.ABSTRACT Immersive virtual reality (VR) is a technology that provides a more realistic environmental design and object tracking than ordinary VR. The aim of this study was to investigate the effectiveness of immersive VR on upper extremity function in patients with ischemic stroke. Sixty-five patients with ischemic stroke were included in this randomized, controlled, double-blind study. Patients were randomly divided into VR (n = 33) and control (n = 32) groups. The VR group received 60 minutes of the upper extremity immersive VR rehabilitation program and the control group received 45 minutes of conventional therapy and 15 minutes of a sham VR program. Rehabilitation consisted of 18 sessions of therapy, three days per week, for six weeks. The outcome measures were the Action Research Arm Test (ARAT), Functional Independence Measure (FIM), Fugl-Meyer Upper Extremity Scale (FMUE) and Performance Assessment of Self-Care Skills (PASS). In both the VR and control groups all parameters except the PASS improved over time. However independent t-test results showed that all of the FMUE, ARAT, FIM and PASS scores were significantly higher in the VR group compared with the control (p < 0.05). The minimal clinically important difference (MCID) scores of the FMUE and ARAT were higher than the cut-off MCID scores described in the literature in the VR group, whereas the FIM scores were below the cut-off MCID scores. All scores in the control group were below the cut-off scores. Immersive VR rehabilitation appeared to be effective in improving upper extremity function and self-care skills, but it did not improve functional independence.

Documentos Relacionados

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo

Que tal aprender, de uma vez por todas, como fazer uma Justificativa de TCC, aplicando a poderosa técnica do Roteiro de Consequências? É impressionante! O quê? A técnica do Roteiro de Consequências? Sim. Ela também. E você vai conhecer essa técnica no vídeo deste artigo e vai ver Como Fazer a Justificativa do TCC com base em 2 exemplos simples e práticos. Para você, finalmente, deixar a sua Justificativa de TCC pronta! Mas, primeiro, eu preciso dizer: É impressionante! Como a Justificativa é um ponto Ler artigo